Quarta, 17 Maio 2017 20:13

Preso pai que abusava da filha mantida em cativeiro no RS

Avalie este item
(1 Votar)

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Quando recebeu o anúncio do disque-denúncia da Delegacia da Mulher por SMS, a adolescente de 16 anos que era mantida em cárcere privado pelo pai viu a oportunidade de acabar com o sofrimento que já durava três anos, em Viamão. Nesta quarta-feira (17) à tarde, a Polícia Civil prendeu o homem de 50 anos que, desde 2014, obrigava a filha a dividir a cama com ele todas as noites.

A adolescente teve que abandonar a escola, a pedido do pai, que a mantinha em cativeiro. O homem temia que a adolescente contasse o histórico de abusos aos colegas, professores ou que, no percurso para o colégio, fugisse ou lhe denunciasse para a polícia. A filha só podia sair de casa se estivesse na companhia dele.

Ameaças e agressões eram constantes a toda família, que dividia um barraco de apenas um cômodo, no bairro Fiusa, em Viamão. Diariamente, a mãe e mais dois filhos testemunhavam os abusos e eram ameaçados e agredidos caso contassem para alguém.

Com o endereço da Delegacia da Mulher, a menina escreveu uma carta contando sobre os abusos e agressões que sofria. Como era proibida de sair de casa, a adolescente entregou a carta à mãe, que só conseguiu ir até à polícia por mentir ao marido que levaria os filhos em um posto de saúde. A carta foi entregue na terça-feira e o homem preso preventivamente na tarde desta quarta-feira por violência doméstica, cárcere privado e estupro de vulnerável.

— Em uma das agressões contra a filha, o pai chegou a arrancar o couro cabeludo da jovem. No depoimento que prestou na delegacia, ele assumiu a autoria das agressões e afirmou que se abusou da filha, foi sem querer. Além disso, afirmou que mataria toda família caso a história saísse de casa — contou a delegada Jeiselaure Rocha de Souza.

Após a prisão do homem, que não teve o nome divulgado para preservar a identidade da vítima, a família foi encaminhada para órgãos de acolhimento e proteção de Viamão.

Casos de violência contra mulher devem ser denunciados no Disque 180. A Central de Atendimento à Mulher funciona 24h, inclusive em domingos e feriados. A ligação é gratuita.

 

Rádio Gaúcha

 

Ler 5245 vezes

Usuários Online

Temos 772 visitantes e Nenhum membro online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

INUSITADO

Homem morre após lutar bêbado com porco …

SEGURANÇA

7º BPM desenvolve mais ações na Operação…

ESPECIAL

Três Passos tem o maior crescimento de I…

POLÍCIA

Assalto à loja de celulares é registrado…

TRÂNSITO

Sobe para 21 o número de mortos em acide…

SERVIÇO

Tribunal de Justiça do RS fará concurso …

TRÂNSITO

Mulher morre em colisão na ERS-569, em N…

TEMPO

Frio perde intensidade e quinta-feira se…

TRÂNSITO

Câmara aprova fim da multa e retenção do…

TRÂNSITO

Moto cai em rio ao passar sobre ponte co…

GERAL

Comissão aprova a volta da obrigatorieda…

CIDADE

Empresa oferece vagas de emprego em Três…