Quinta, 06 Julho 2017 00:28

Mulher obriga suposta amante do marido a andar pelas ruas com cabelos raspados

Avalie este item
(3 votos)

Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga uma mulher suspeita de sequestrar uma jovem de 18 anos e obrigá-la a circular pelas ruas de Barretos (SP) dentro de um carro, completamente nua, com a cabeça e a sobrancelha raspadas.

O motivo da humilhação seria traição: a vítima estava se relacionando com o marido da suspeita, que está preso no Centro de Detenção Provisória de Taiúva (SP). O delegado Marcos Eduardo Marques disse que a mulher foi intimada a prestar depoimento, mas não compareceu.

Procurada, a suspeita disse por telefone que não queria comentar o assunto. A reportagem esteve na casa dela, mas os vizinhos afirmaram que ela se mudou do endereço.

A família da vítima diz que todos estão chocados com o caso.

Vídeo

O caso ocorreu em junho, mas ganhou repercussão depois que o vídeo foi publicado nas redes sociais. Nas imagens, a mulher dirige o automóvel, enquanto a jovem está nua no banco do passageiro, com as mãos sobre as partes íntimas e os seios.

“Ainda bem que você não quer ele. Ele pode ficar com qualquer uma, menos com você, porque você é tirada da favela. Apesar de que ele também, né?! Dois tirados da favela não dá nada”, diz a suspeita ao volante.

Em seguida, a mulher estaciona e pede para uma amiga, que está no banco traseiro gravando o vídeo com um celular, descer do veículo e comprar um aparelho de barbear descartável. A suspeita raspa a sobrancelha da vítima, que já está com a cabeça toda raspada.

O caso é investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Barretos. O delegado afirmou que o inquérito apura os crimes de sequestro e cárcere privado na forma qualificada, uma vez que as atitudes da suspeita causaram sofrimento físico e moral à vítima.

O vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Belisário Rosa Leite Neto, assistiu às cenas compartilhadas na internet e disse que a mulher pode responder também pelos crimes de lesão corporal grave e tortura, dependendo do entendimento da Justiça.

Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB, a advogada Fernanda Morato da Silva Pereira disse que não pode tomar as medidas judiciais cabíveis, sem que a família da jovem faça uma denúncia à entidade.

“Em uma trajetória de luta da mulher, em que ela vem querendo se empoderar, ver uma mulher com o cabelo raspado e sendo humilhada publicamente, nua, me deixa, particularmente, frustrada”, desabafou.

 

G1

Ler 3067 vezes Última modificação em Quinta, 06 Julho 2017 00:33

Usuários Online

Temos 302 visitantes e Nenhum membro online

NOTÍCIAS RECOMENDADAS

Lucas Pneus e Acessórios

JYM Studio

Mauri Cabeleireiro

Colchões Ortobom

Igreja Dom de Maravilha

Protegendo o rio Uruguai

Leitor Repórter

Site com milhões de acessos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RAPIDINHAS

A valorização da vida em foco!

ESTADO

Futuro médico é preso no RS e o que foi …

INUSITADO

Pinto com quatro patas surpreende famíli…

VARIEDADES

Família de Marcelo Rezende expulsa namor…

MUNDO

Terremoto de 7,1 graus na escala Richter…

POLÍCIA

Ladrão usa carro branco para furtar tijo…

ESPECIAL

Jovem fica ferido ao cair de moto em val…

POLÍCIA

Marido é considerado principal suspeito …

ESPECIAL

18 animais de propriedade rural em Três …

ESTADO

Bebê recém nascida é encontrada no lixo …

POLÍCIA

Mulher é presa suspeita de tentar matar …

POLÍCIA

Preso autor da morte de policial rodoviá…