Quarta, 11 Outubro 2017 15:40

Jovem mata o próprio irmão, se suicida e deixa carta aos pais no Facebook

Foto: Reprodução

A depressão é uma doença terrível e pode fazer várias vítimas. Um caso notório voltou a repercutir, após a divulgação de um texto de um dos relacionados. No fim de junho, uma jovem de nome Juliana, de 25 anos, matou o próprio irmão e, em seguida, cometeu o suicídio. Diversos sites agora, como o 'Aquela Amiga.com', divulgam o texto que Juliana teria deixado após tirar a vida de um ente de sua família. Ela teria matado Matheus, seu irmão, que era portador de deficiência mental. Na internet, Juliana disse aos pais que Matheus e ela não tinham mais futuro e solicitava que eles não fossem enterrados na cidade de Monlevade, no estado de Minas Gerais.

Após 'Setembro Amarelo', história de família com depressão comove o Brasil

Matheus tinha apenas 19 anos e era um menino muito querido pela sua família, que mesmo com as limitações do rapaz não aceitava perdê-lo.

Nas redes sociais, eles publicavam muitas fotos juntos. Todo mundo parecia uma grande família perfeita e o término de tudo aconteceu de maneira traumática. Ninguém poderia imaginar que Juliana seria capaz de tirar a vida do irmão. As motivações do crime, segundo as primeiras informações, fazem parte do chamado "mal do século", a depressão. A doença atinge milhares de pessoas em todo o Brasil.

No mês passado, houve a campanha do 'Setembro Amarelo', que visou conscientizar as pessoas sobre esse grande mal. A campanha apareceu em um momento que dados mostram que esse tipo de ação ainda é muito comum. Ao final desse artigo, o leitor pode saber como prevenir a depressão e o suicídio, como acabou sendo o final de Juliana, a menina que se deprimiu ao ver o sofrimento de seu irmão.

Juliana e Matheus morreram por estrangulamento; pais ficam em pânico

O pai de Juliana só encontrou o seu corpo às cinco da manhã.

Ela deveria acordar para trabalhar, mas o pai, ao abrir a porta do quarto, encontrou a garota morta. A polícia revelou que a jovem teria se matado por estrangulamento, por meio de um cinto. O mesmo destino, infelizmente, teve o menino Matheus. Uma marca foi achada em seu pescoço e o seu corpo estava já sem vida na cama, quando os pais chegaram. Foi a mãe quem viu o recado da filha no Facebook e constatou a depressão e o que a doença acabou fazendo a menina cometer.

Previna-se contra o suicídio: conheça o trabalho do CVV

Uma das instituições mais importantes que visa evitar que o suicídio destrua famílias é o Centro de Valorização da Vida, o CVV. Para entrar em contato, basta fazer um simples telefonema e conversar com pessoas especializadas, que estarão dando total atenção àqueles que precisam de ajuda. O CVV atende de qualquer parte do território brasileiro. Para entrar em contato, basta ligar para o telefone 141.

 

Blasting News

Ler 7263 vezes

Usuários Online

Temos 691 visitantes e Nenhum membro online

NOTÍCIAS RECOMENDADAS

Green House – Raul Seixas Cover

Lucas Pneus e Acessórios

Mauri Cabeleireiro

Colchões Ortobom

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se casa mista em Três Passos

JYM Studio

Leitor Repórter

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BICHOS

Cachorros utilizariam mímicas para se co…

MODA

Calor Chique: Looks de verão com calça p…

POLÍCIA

Jovem com mandado de prisão é preso em T…

ESPECIAL

Massa de ar frio de forte intensidade po…

POLÊMICA

Padre critica telenovelas da Globo e fal…

POLÍCIA

Jovem é torturado antes de ser morto no …

GERAL

Ciência explica como gelar bebidas em 2 …

POLÍCIA

'Já perdoei. Foi uma fatalidade', diz pa…

ESTADO

Professoras passam mal após ingerirem bo…

TEMPO

Defesa Civil emite alerta de temporais p…

POLÍCIA

Homem é preso por sedar e estuprar coleg…

MUNDO

Mulher joga água quente na amante do mar…