Sábado, 21 Outubro 2017 17:00

Brasileiros decidem transar só depois do casamento mesmo não sendo mais virgens

Avalie este item
(1 Votar)

Foto: BBC Brasil

Um jovem casal finalmente fica sozinho em casa. Os dois se beijam. Minutos depois, a pegada fica mais forte e o clima esquenta. No calor do momento, a mão do rapaz insinua um movimento mais atrevido na perna da moça. Mas ela se esquiva rapidamente, interrompe tudo e cada um vai para um canto do sofá.

Essa é a rotina de casais ouvidos pela BBC Brasil que disseram já ter perdido a virgindade, mas fizeram um voto de castidade com o novo parceiro e agora só farão sexo depois do casamento. O principal motivo, segundo eles, é seguir uma doutrina religiosa. Mas também há relatos de que a intenção é apenas tornar o momento mais especial.

A adesão ao movimento que prega a castidade é tão significativa que há sites, páginas em redes sociais e até livro com mais de 100 mil cópias vendidas dedicados ao assunto. Com 3,2 milhões de seguidores no Facebook, a página Eu Escolhi Esperar é uma referência para quem pretende fazer sexo só após o casamento. Seus administradores publicam relatos e frases de apoio à decisão, além de divulgar palestras e vender produtos com o símbolo da espera: uma mão em sinal de pare.

O casal Carla Cristina Allegretti Ramos, de 28 anos, e Felipe Godoi de Araújo, de 26, moradores de Campinas, no interior paulista, está junto há 5 anos e meio e só vai transar quando completarem mais um ano juntos. Os dois perderam a virgindade em relacionamentos anteriores, mas fizeram um voto de castidade até o casamento, marcado para setembro de 2018.

O casal conta que o fato de já ter tido experiências sexuais torna a castidade um desafio ainda maior. Ambos são evangélicos e se conheceram na igreja, mas a iniciativa de esperar foi de Felipe Araújo, que frequentava a igreja há mais tempo e começou a comentar o assunto logo no início do namoro.

“Com certeza é mais difícil para a gente, mas é uma escolha. Já pensamos em desistir, claro, mas a gente viu que não vale a pena. Temos uma vida inteira pela frente. Tememos a palavra de Deus e esse (sexo) não é o principal motivo de a gente estar junto. O que nos une é o amor e o carinho que temos um pelo outro”, afirmou Araújo.

 

BBC

Ler 1766 vezes

Usuários Online

Temos 628 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Astor Mallmann – Representante Telha Cer…

Colchões Ortobom

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Arraiá Soberano Grill

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

Feijoada da APAE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TEMPO

Estado deverá ter domingo chuvoso com aç…

PAÍS

Resultado de sorteio da Mega-Sena gera r…

POLÍCIA

Corpo encontrado em açude pode ser de jo…

ESPECIAL

PRF realiza operação na Avenida Perimetr…

REGIÃO

Linha aérea no Noroeste do RS já tem 200…

POLÍCIA

Jovem de 21 anos morre no hospital após …

EDUCAÇÃO

Diretor Nelson Weber fala sobre o 86º an…

ESPECIAL

Mulher sofre surto no centro da cidade d…

POLÍCIA

Transexuais promovem tumulto envolvendo …

GERAL

Após vitória suada, torcedores brasileir…

ESPECIAL

Após divulgar no Três Passos News, empre…

VARIEDADES

Inventário e partilha: algum dia todos v…

...