Segunda, 23 Outubro 2017 16:32

Conheça a história da galinha que virou um galo

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

Foto: Reprodução

Um casal britânico se espantou ao perceber que Gertie, sua galinha de estimação, estava se transformando em um galo! O fenômeno é relativamente comum entre as galinhas.

Segundo seus donos, Jim e Jeanette Howard, o primeiro sinal foi quando Gertie parou de botar ovos. Depois disso, ela começou a imitar a forma de andar dos galos e a cantar igual a eles. Com o passar do tempo, ela foi engordando e desenvolveu uma crista, característica presente apenas nos machos. Além disso, sua plumagem passou a ser marrom-escura, também só presente nos machos. “As pessoas acham um pouco estranho, mas aparentemente é uma daquelas coisas que simplesmente acontecem”, comenta Jim Howard.

De acordo com um relatório de 2000 publicado pelo Instituto de Ciências Agrárias da Universidade da Flórida, Estados Unidos, a mudança de sexo realmente acontece, mas não com frequência. “Porém, só foram relatados até agora inversões espontânea do sexo feminino para o masculino, nunca o contrário”.

Esse fenômeno só funciona em uma direção. As aves fêmeas têm normalmente um ovário funcional em seu lado esquerdo. Apesar de terem os dois órgãos sexuais presentes durante a fase embrionária de todas as aves, quando os genes do sexo feminino comandam, apenas o ovário esquerdo se desenvolve. Já a gônada direita, que ainda precisa ser delimitada como um dos ovários e os testículos, ou ambos (chamada ovotestis), fica, muitas vezes, adormecido.

Algumas condições podem fazer com que o ovário esquerdo da galinha regrida, como um cisto no ovário, tumor ou doença na glândula suprarrenal. Segundo o professor do departamento de Ciência Avícola da Universidade de Pennsylvania, Mike Hulet, na ausência de um ovário esquerdo funcional, o órgão sexual dominante pode evoluir.

“Se a gônada direita ativada for de ovotestis ou testículos, ela começará a secretar hormônios androgênicos”, comenta Hulet. Esse hormônio é responsável pelas características masculinas. “A produção de andrógenos faz com que a galinha se submeta a mudanças de comportamento e passe a agir mais como um galo”, completa.

Porém, a mudança de sexo não é completa. A transição se limita ao fenótipo, ou seja, embora a galinha passe a ter características masculinas, ela continua geneticamente feminina. Sendo assim, por mais que Gerdie – agora chamada de Bertie – não ponha mais ovos, ela não também não poderá se pai de pintinhos.

 

Live Science

Ler 1060 vezes

Usuários Online

Temos 2530 visitantes e Nenhum membro online

.......

VITRINE PUBLICITÁRIA

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

POLÍCIA

Homem é preso vendendo drogas em cemitér…

ESTADO

Criança de 3 anos morre em incêndio de r…

POLÍTICA

Partido expulsa prefeito natural de Tene…

ESTADO

Hospital atesta óbito de bebê vivo no in…

ESPECIAL

Câmeras flagram homem encapuzado em gara…

GERAL

Polícia investiga se houve negligência d…

ESPECIAL

Bebê recém-nascido de mãe que morreu dur…

CIDADE

CPI realizará mais uma reunião de trabal…

ESPECIAL

Conheça as candidatas à rainha e princes…

POLÍCIA

Vídeos - Homem ataca policiais com facão…

INUSITADO

Vídeo - “Briga inusitada” é registrada n…

REGIÃO

UTI do Hospital Santo Antônio já tem dat…