Segunda, 23 Outubro 2017 16:32

Conheça a história da galinha que virou um galo

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

Foto: Reprodução

Um casal britânico se espantou ao perceber que Gertie, sua galinha de estimação, estava se transformando em um galo! O fenômeno é relativamente comum entre as galinhas.

Segundo seus donos, Jim e Jeanette Howard, o primeiro sinal foi quando Gertie parou de botar ovos. Depois disso, ela começou a imitar a forma de andar dos galos e a cantar igual a eles. Com o passar do tempo, ela foi engordando e desenvolveu uma crista, característica presente apenas nos machos. Além disso, sua plumagem passou a ser marrom-escura, também só presente nos machos. “As pessoas acham um pouco estranho, mas aparentemente é uma daquelas coisas que simplesmente acontecem”, comenta Jim Howard.

De acordo com um relatório de 2000 publicado pelo Instituto de Ciências Agrárias da Universidade da Flórida, Estados Unidos, a mudança de sexo realmente acontece, mas não com frequência. “Porém, só foram relatados até agora inversões espontânea do sexo feminino para o masculino, nunca o contrário”.

Esse fenômeno só funciona em uma direção. As aves fêmeas têm normalmente um ovário funcional em seu lado esquerdo. Apesar de terem os dois órgãos sexuais presentes durante a fase embrionária de todas as aves, quando os genes do sexo feminino comandam, apenas o ovário esquerdo se desenvolve. Já a gônada direita, que ainda precisa ser delimitada como um dos ovários e os testículos, ou ambos (chamada ovotestis), fica, muitas vezes, adormecido.

Algumas condições podem fazer com que o ovário esquerdo da galinha regrida, como um cisto no ovário, tumor ou doença na glândula suprarrenal. Segundo o professor do departamento de Ciência Avícola da Universidade de Pennsylvania, Mike Hulet, na ausência de um ovário esquerdo funcional, o órgão sexual dominante pode evoluir.

“Se a gônada direita ativada for de ovotestis ou testículos, ela começará a secretar hormônios androgênicos”, comenta Hulet. Esse hormônio é responsável pelas características masculinas. “A produção de andrógenos faz com que a galinha se submeta a mudanças de comportamento e passe a agir mais como um galo”, completa.

Porém, a mudança de sexo não é completa. A transição se limita ao fenótipo, ou seja, embora a galinha passe a ter características masculinas, ela continua geneticamente feminina. Sendo assim, por mais que Gerdie – agora chamada de Bertie – não ponha mais ovos, ela não também não poderá se pai de pintinhos.

 

Live Science

Ler 1214 vezes

Usuários Online

Temos 132183 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SEGURANÇA

PRF flagra mais de 2 mil veículos acima …

TRÂNSITO

Criança presa à cadeirinha é encontrada …

GERAL

Brasil tem a maior carga tributária do m…

ESPECIAL

Por que apesar da previsão ainda não cho…

POLÍCIA

Jovem de 17 anos é encontrada morta com …

ESPECIAL

Mulher desaparecida é encontrada sem vid…

TRÂNSITO

Mulher morre atropelada na ERS-330, entr…

DIVERSOS

Nova médica chega a Tiradentes do Sul pe…

ESPECIAL

Verão terá temperaturas acima da média e…

POLÍCIA

Familiares procuram por mulher desaparec…

TRÂNSITO

Novas placas padrão Mercosul custarão R$…

DENÚNCIA

Confirmado que agrotóxico causa prejuízo…