Domingo, 29 Outubro 2017 22:40

Sexo com menor de 14 anos é estupro mesmo com consentimento

Avalie este item
(0 votos)

Foto: Reprodução

Desde que foi acrescentado ao Código Penal (CP) com o advento da Lei n. 12.015/2009, o estupro de vulnerável gera discussões no meio jurídico. Isso porque, segundo o texto, “ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos” rende de oito a 15 anos de reclusão. Mas e se a vítima tiver consentido com o ato, é crime mesmo assim?

De acordo com o entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), sim. Na última quarta-feira (25), a Corte publicou a súmula 593, que dispõe sobre o delito. As súmulas são enunciados que resumem o entendimento majoritário de um tribunal a respeito de determinado assunto que já foi alvo de apreciação por seus magistrados. O objetivo é de promover uniformidade entre as decisões. A respeito do estupro de vulnerável, o STJ entendeu que:

"O crime de estupro de vulnerável configura com a conjunção carnal ou prática de ato libidinoso com menor de 14 anos, sendo irrelevante o eventual consentimento da vítima para a prática do ato, experiência sexual anterior ou existência de relacionamento amoroso com o agente."

Um caso emblemático no STJ foi o julgamento do Recurso Especial (REsp) 1480881 / PI, que considerou irrelevante o consentimento de “grau de discernimento” avançado de uma menina de 11 anos que se relacionava sexualmente com um homem com mais de 25 anos. Na ocasião, o ministro Rogerio Schietti Cruz anotou que a evolução dos costumes e do acesso à informação “não podem ser vistos como fatores que se contrapõem à natural tendência civilizatória de proteger certos segmentos da população física, biológica, social ou psiquicamente fragilizados”, como as crianças.

Caso Caetano

O assunto voltou à tona na última semana, quando Alexandre Frota e o Movimento Brasil Livre (MBL) foram processados por Caetano Veloso e Paula Lavigne. Frota e a organização se referiram ao cantor como “pedófilo” pelo fato de ele ter tirado a virgindade da produtora quando ela tinha 13 anos e ele 40, na década de 1980.

Na época dos fatos não havia a figura específica do estupro de vulnerável, mas muitos homens que mantinham relações sexuais com menores de 14 anos eram condenados pela Justiça, pois presumia-se a violência nesses casos. Para o Supremo Tribunal Federal (STF), essa presunção era absoluta. Entenda mais sobre o assunto aqui.

 

Gazeta do Povo

Ler 1348 vezes

Usuários Online

Temos 834 visitantes e Nenhum membro online

.......

VITRINE PUBLICITÁRIA

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

POLÍTICA

Partido expulsa prefeito natural de Tene…

ESTADO

Hospital atesta óbito de bebê vivo no in…

ESPECIAL

Câmeras flagram homem encapuzado em gara…

GERAL

Polícia investiga se houve negligência d…

ESPECIAL

Bebê recém-nascido de mãe que morreu dur…

CIDADE

CPI realizará mais uma reunião de trabal…

ESPECIAL

Conheça as candidatas à rainha e princes…

POLÍCIA

Vídeos - Homem ataca policiais com facão…

INUSITADO

Vídeo - “Briga inusitada” é registrada n…

REGIÃO

UTI do Hospital Santo Antônio já tem dat…

GERAL

Coca-Cola está de olho em mercado de beb…

TRÂNSITO

Acidente envolve dois veículos na ERS-21…