Segunda, 20 Novembro 2017 23:22

Revisão do carro fora de concessionária não perderá garantia, diz projeto

Avalie este item
(1 Votar)

Foto: Reprodução

Um dilema de muitos motoristas na hora de fazer a revisão do carro é a necessidade de agendar o serviço somente em concessionária, pois caso contrário o veículo poderá perder a garantia de fábrica se ainda estiver na vigência.

Proposta que tramita no Congresso prevê que os veículos possam ser revisados em qualquer oficina particular.

A opção de recorrer a uma oficina fora da autorizada pode significar, às vezes, um custo menor pelo serviço, além de uma facilidade na logística para levar o automóvel até o local.

Mas esse ‘impeditivo’ pode estar com os dias contados. O projeto de lei 9074/2017 que tramita na Câmara dos Deputados prevê a continuidade da garantia aos veículos cujas revisões não aconteçam em oficinas credenciadas ou autorizadas pelo fabricante.

A medida foi proposta pelo deputado federal Alexandre Valle (PR-RJ), baseada na Constituição Federal que, no entendimento do parlamentar, desobriga o consumidor de realizar serviços exclusivamente com as concessionárias.

“O artigo 5º da Constituição assegura que ninguém poderá ser compelido a associar-se ou a permanecer associado. Ou seja, nossa carta magna desautoriza qualquer fabricante a obrigar o proprietário a realizar serviços em oficinas credenciadas”, justifica Valle.

Isso não significa que as revisões em oficinas particulares possam comprometer a originalidade do veículo, conforme observa o documento elaborado pelo deputado.

Os itens obrigatórios exigidos pelo fabricante em suas revisões e manutenções, segundo consta na proposta, deverão ser observados pelas oficinas descredenciadas. E será de responsabilidade dos estabelecimentos comprovar por meio de nota fiscal, anexada ao manual do veículo, os serviços executados e possíveis trocas de peças originais.

Alexandre Valle baseou-se também em outros países, como os Estados Unidos, por exemplo, onde a proposta já existe e garante liberdade de escolha ao consumidor.

Peças genuínas ou originais

Vale lembrar que as montadoras não produzem todas as peças utilizadas na fabricação de um veículo. Elas compram a maioria das peças de fabricantes pré-selecionados, que também fornecem para rede de varejo independente, só que com suas próprias marcas.

Quando são fornecidas para as montadoras revenderem em sua rede de concessionários, as peças recebem o título de genuínas. Já quando são comercializadas com o próprio nome do fabricante – também fornecedor para montadoras – recebem o nome de originais.

 

Gazeta do Povo

Ler 805 vezes Última modificação em Terça, 21 Novembro 2017 09:47

Usuários Online

Temos 122877 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SEGURANÇA

Mais três assaltantes morrem em confront…

ESPECIAL

RS segue com calor, abafamento e possibi…

CIDADE

Arrecadação do IPVA 2019 prevista por Tr…

POLÍCIA

Bandidos são recebidos a tiros em assalt…

INUSITADO

Rua fica coberta de chocolate após vazam…

ESPECIAL

Quadrilha ataca banco, forma cordão huma…

ESPECIAL

Choque elétrico mata homem e deixa outro…

MODA

Relembre as 10 reportagens de beleza mai…

POLÍCIA

Homens são detidos com armas em Tenente …

ESPORTES

Veja as novidades do mercado da bola des…

TRÂNSITO

Estudante fica ferida em acidente com ôn…

CIDADE

Apae de Três Passos participa das Olimpí…