Quarta, 22 Novembro 2017 09:03

Prisão de cacique gera impasse na Reserva Indígena do Guarita

Avalie este item
(2 votos)

Foto: MPF/RS

Na tarde de terça-feira (21), o Ministério Público Federal (MPF) em Palmeira das Missões (RS) se reuniu, com cerca de 60 lideranças indígenas da Reserva de Guarita que pedem a manutenção do atual cacicado mesmo após a prisão do cacique Valdonez Joaquim. Eles desejam que o vice-cacique, Marcelino Mineiro, siga na liderança da reserva.

A reunião ocorreu após um outro grupo de indígenas ter se dirigido ao MPF em Palmeira das Missões nessa segunda-feira (20), justamente para questionar a permanência de Marcelino no cacicado – este outro grupo entende que Marcelino esteve junto ao ex-cacique Valdonez na prática dos crimes que levaram o último à prisão.

Por sugestão de um professor da reserva, foi agendado um encontro entre lideranças dos dois grupos opositores no dia 5 de dezembro, no MPF em Palmeira das Missões.

Para mais detalhes sobre o caso, leia a nota assinada pelo procurador da República em Palmeira das Missões Guilherme Augusto Velmovitsky van Hombeeck:

“A Procuradoria da República no Município de Palmeira das Missões vem informar que são mentiras as notícias veiculadas nos últimos dias de que o Procurador da República Guilherme Augusto Velmovitsky van Hombeeck teria 'empossado' Marcelino Mineiro como chefe da Terra Indígena do Guarita em reunião realizada dia 9 de novembro de 2017.

A Procuradoria da República no Município de Palmeira das Missões informa que o Procurador Guilherme Augusto Velmovitsky van Hombeeck nunca se encontrou com o Marcelino Mineiro, pois estava de férias entre os dias 08 e 17 de novembro.

A Procuradoria da República no Município de Palmeira das Missões informa que os responsáveis por difundir essas informações erradas serão identificados e responsabilizados criminalmente.

Informa que, desde a prisão de Valdonez Joaquim pelo suposto envolvimento em assaltos a agências bancárias, a Procuradoria da República no Município de Palmeira das Missões não reconhece nenhuma pessoa como cacique da Terra Indígena Guarita.

Por fim, informa que a Funai será contactada para realização de uma nova eleição para escolha do cacique da Terra Indígena Guarita.”

 

Assessoria de Comunicação Social MPF/RS

Ler 2353 vezes

Usuários Online

Temos 122641 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SEGURANÇA

Mais três assaltantes morrem em confront…

ESPECIAL

RS segue com calor, abafamento e possibi…

CIDADE

Arrecadação do IPVA 2019 prevista por Tr…

POLÍCIA

Bandidos são recebidos a tiros em assalt…

INUSITADO

Rua fica coberta de chocolate após vazam…

ESPECIAL

Quadrilha ataca banco, forma cordão huma…

ESPECIAL

Choque elétrico mata homem e deixa outro…

MODA

Relembre as 10 reportagens de beleza mai…

POLÍCIA

Homens são detidos com armas em Tenente …

ESPORTES

Veja as novidades do mercado da bola des…

TRÂNSITO

Estudante fica ferida em acidente com ôn…

CIDADE

Apae de Três Passos participa das Olimpí…