Quinta, 07 Dezembro 2017 18:06

Mulher asfixia gestante, arranca bebê do útero e se passa pela mãe

Foto: Reprodução

Uma jovem de 18 anos, grávida de oito meses, foi morta por asfixia. Gabrielle Barcelos teve a barriga cortada e o filho arrancado do corpo por uma mulher de 38 anos e pelo marido dela, de 34. O crime ocorreu em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, na terça-feira (5/12). A acusada, Aline Roberta Fagundes, teria perdido um bebê aos quatro meses de gestação havia pouco tempo.

De acordo com o tenente da Polícia Militar Givanildo Graciano, o casal de criminosos foi denunciado pelo próprio filho, de 14 anos, que acionou a polícia após chegar em casa e notar um colchão com marcas de sangue, usado para enrolar o corpo da vítima. A perícia constatou que a jovem estaria grávida e teria sido asfixiada. Depois de falecer, teve o corpo aberto e o bebê retirado do útero.

No entanto, ao mesmo tempo em que a polícia chegava à casa do casal, a suspeita do crime acionou a emergência do hospital da cidade alegando que havia dado à luz no meio da rua. Ela foi socorrida por uma ambulância e levada para a unidade de saúde com o marido. Segundo o tenente, a criança recém-nascida teve que ser reanimada devido a uma parada cardiorrespiratória.

A mulher, se passando pela mãe da menina, foi atendida, mas os médicos comprovaram que seria impossível ela ter dado à luz na terça-feira (5). Portanto, a PM foi chamada e, segundo Graciano, a acusada, depois de ser pressionada, confessou o crime, revelando ter usado uma faca para abrir a barriga da gestante, utilizando as mãos para asfixiá-la. Aline teria espalhado o sangue da vítima pelo corpo com o objetivo de fazer a equipe médica acreditar na versão contada por ela.

O homicídio pode ter sido motivado por causa do interesse da criminosa pelo bebê da jovem, já que, segundo testemunhas, o casal vinha aliciando a gestante, dizendo que a ajudaria com enxovais. Nas redes sociais, um dia antes de morrer, Gabrielle postou um texto falando sobre o nascimento da filha. “Falta pouco para ver seu rostinho.”

Os acusados foram levados para a delegacia da cidade. A criança requer cuidados especiais, mas seu quadro de saúde é estável. As informações são do “Hoje em Dia”.

 

Metrópoles

Ler 3139 vezes

Usuários Online

Temos 1073 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Procura-se distribuidor para erva-mate

Atacadão do Hortifruti

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

Cláudia Decoração de Festas e Brinquedos…

Leitor Repórter

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CIDADE

Equipe Sub 19 do TAC estreia com vitória…

TEMPO

Defesa Civil alerta para risco de geada …

TRÂNSITO

SAMU socorre vítima de acidente em Tirad…

ESPECIAL

Veículo incendeia no pátio do hospital e…

ESPECIAL

Imagens mostram motorista fugindo após a…

CIDADE

Falta de gasolina provoca corrida aos po…

ESTADO

Município do RS decreta calamidade públi…

GERAL

Prefeituras fecharão as portas na sexta-…

REGIÃO

Caminhoneiros também iniciam mobilização…

ESPECIAL

Quinta-feira tem mais frio chegando ao R…

VARIEDADES

Idosos casados há 60 anos morrem no mesm…

EDUCAÇÃO

A gestão escolar e a construção do Proje…

...