Segunda, 12 Fevereiro 2018 10:12

Ex-jogador revela ter sido vítima de abuso sexual por um tio-avô aos 11 anos

Avalie este item
(0 votos)

iG São Paulo

Kieron Dyer foi abusado sexualmente por um tio-avô quando tinha 11 anos de idade; abuso deixou traumas e consequências em sua vida

Kieron Dyer%2C ex-jogador de futebol da Inglaterra

Kieron Dyer%2C ex-jogador de futebol da Inglaterra

Foto: Reprodução

Em uma entrevista ao jornal Daily Mail, o ex-jogador de futebol Kieron Dyer fez um relato chocante. O inglês, que se aposentou em 2013 e teve passagens pelo Newcastle United, West Ham e Queens Park Rangers revelou ter sido vítima de abuso sexual por um tio-avô, chamado Kenny. Na época, Dyer tinha 11 anos de idade.

Leia também:Gravou na pele! Neymar faz tatuagem de título que ganhou com o Barcelona

"Acordei, mas sentia medo de abrir os olhos.

Kenny havia deslizado sua mão pelas minhas calças enquanto eu estava dormindo e ele estava me acariciando. Fiquei frio. Estava petrificado. Não sabia o que fazer. Kenny deve ter sentido que acordei porque começou a me calar e tentar me tranquilizar", contou o ex-jogador.

"Ainda estava aterrorizado. Sabe quando você tem aqueles pesadelos em que você não pode gritar? Foi assim. Depois consegui me afastar dele e colocar minhas calças. E ele me disse: 'não diga nada, este é nosso segredo'", completou.

Leia também:Ex-nadadora olímpica dos Estados Unidos acusa treinador de abuso sexual

Consequências

O tio-avô faleceu quando Kieron Dyer tinha 21 anos de idade e já era um jogador de futebol profissional, atuando pelo Newcastle e também na seleção da Inglaterra. Ele relembra que, ao saber da morte do parente, não se incomodou ao ver o luto da família. No entanto, também não revelou nada e manteve segredo sobre os acontecimentos.

"A coisa mais difícil é que sou a vítima, mas não a única vítima porque é minha família inteira. É muito duro para eles. Eles confiavam naquele homem", disse. "Sei que outras pessoas terrivelmente sofreram coisas similares ou piores e que alguns sentiram tanto desespero e desesperança que tiraram a própria vida. Não sei por que isso me aconteceu. Creio que a cada vez que jogava futebol, era uma maneira de esquecer a dor e o abuso".

 

Leia também:Clube da Lituânia contrata jogador com base em dados errados do Wikipédia

Hoje, aos 39 anos de idade, Kieron Dyer vai lançar uma autobiografia. No livro, conta que o abuso lhe deixou com traumas e fez com que dormisse na cama de sua mãe até os 16 anos. No futebol, encontrou uma maneira de se distrair e esquecer aquele momento terrível.

"Na minha vida e na minha carreira no futebol, cometi erros monumentais. Mas tive uma escolha. Sabia o que estava bem e o que estava mal e pude escolher. Mas o abuso é provavelmente a única coisa em que não tive escolha. Não pude fazer nada naquele momento", concluiu o ex-jogador.

Ler 346 vezes Última modificação em Segunda, 12 Fevereiro 2018 17:40

Usuários Online

Temos 1230 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Promoção ZERO GRAU!

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Campeão de audiência

Vende-se prédio comercial em Humaitá

Anuncie aqui

Leitor Repórter

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPECIAL

Vídeo - PRF usa drone para flagrar ultr…

ESPECIAL

Sine de Três Passos está com 14 vagas de…

EDUCAÇÃO

Alunos do Colégio Ipiranga prestam Homen…

ESPECIAL

Apreensão de mercadoria estrangeira na B…

POLÍCIA

Funcionário da Corsan desaparecido é enc…

ESTADO

Médico é flagrado trabalhando bêbado em …

PAÍS

Faltou trabalho para 27,636 milhões de p…

GERAL

Criança de 2 anos cai em copo de vidro e…

ESTADO

Detran notifica 1,5 mil motoristas com d…

TRÂNSITO

Motorista de ambulância dorme ao volante…

GERAL

Briga generalizada em frente à escola no…

CIDADE

Animais de estimação são envenenados no …

...