Quinta, 08 Março 2018 23:58

MP se manifesta contrário a pedido de prisão domiciliar à madrasta de Bernardo

Avalie este item
(2 votos)

Pedido foi negado pelo MP. Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução

O Ministério Público de Três Passos se manifestou, nesta quinta-feira, 8, contrário ao pedido de Graciele Ugulini, madrasta do menino Bernardo Boldrini, de prisão domiciliar feito com base na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que autoriza presas gestantes ou mães de filhos com até 12 anos sem condenação a cumprirem a pena em casa. As informações são do G1 RS.

Conforme o parecer do MP, Graciele não preenche nenhum dos requisitos exigidos para ter direito ao benefício. O MP entende que por ela não ter a guarda da filha e não exercer poder de família em relação à menina, a prisão domiciliar não se aplica ao caso. O Ministério Público diz, ainda, que a substituição da prisão preventiva por domiciliar não seria possível porque a ré cometeu um crime com "extrema violência" contra seu enteado.

Entenda o Caso Bernardo

Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos, desapareceu no dia 4 de abril de 2014, em Três Passos. Dez dias depois, o corpo do menino foi encontrado no interior de Frederico Westphalen, dentro de um saco plástico, enterrado às margens de um rio. Foram presos o médico Leandro Boldrini, a madrasta Graciele Ugulini e uma terceira pessoa, identificada como Edelvânia Wirganovicz. Evandro Wirganovicz, irmão de Edilvânia, também foi preso acusado de participar da ocultação do cadáver. Os quatro foram indiciados e irão a julgamento.

Ler 3221 vezes Última modificação em Sexta, 09 Março 2018 08:43

Usuários do Dia

Temos 25882 visitantes e Nenhum membro online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TRÂNSITO

Jovens morrem ao colidir moto contra col…

REGIÃO

Três-passense é o primeiro paciente a pa…

TRÂNSITO

Ônibus que levava torcedores do Grêmio p…

TEMPO

Chuva forte e volumosa deve atingir o Ri…

ESPECIAL

RSC-472 corre risco de novos deslizament…

ESPECIAL

Jovem de 23 anos desaparecida em Boa Vis…

JUSTIÇA

Pai do menino Bernardo pode ter diploma …

JUSTIÇA

Médico volta a ser denunciado por crime …

GERAL

Brasileiros passam mais de 3 horas por d…

ESTADO

Lançado aplicativo para consumidores ins…

SEGURANÇA

Deep web: como funciona a parte obscura …

INUSITADO

Vídeo - Pedestre escapa de atropelamento…