Sábado, 14 Abril 2018 09:09

Geraldo Alckmin deixa governo de São Paulo com aprovação de 36%, diz Datafolha

Avalie este item
(0 votos)

iG São Paulo

Maioria dos entrevistados classificou a gestão do tucano como satisfatória; avaliação foi pior do que da última vez que saiu do cargo como governador para disputar a Presidência da República em 2006; confira o levantamento

Geraldo Alckmin deixou o governo de São Paulo para disputar a Presidência da República na eleições deste ano

Geraldo Alckmin deixou o governo de São Paulo para disputar a Presidência da República na eleições deste ano

Foto: Reprodução/Twitter

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), que deixou o comando do estado para disputar a Presidência, foi avaliado com um índice de aprovação de 36%, de acordo com a pesquisa do Instituto Datafolha, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo neste domingo (15).

Leia também:Maioria acha que prisão do ex-presidente Lula foi justa, aponta Datafolha

Já os eleitores paulistas que classificaram o governo de Alckmin como ruim ou péssimo representam 22% dos entrevistados, enquanto a maioria, 40% acham o mandato foi regular.

Para compor o levantamento, o Datafolha fez 1.954 entrevistas entre 11 e 13 de abril, em 68 cidades. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.

Segundo a pesquisa, a situação do tucano é pior do que em 2006, quando também renunciou o cargo como governador para lançar sua candidatura ao Palácio do Planalto.

Naquela ocasião, quando ele foi derrotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a aprovação de Alckmin era de 66% dos eleitores do estado. Apenas 6% achavam que a gestão era péssima ou ruim.

No entanto, a situação não mudou muito do que foi apontado quando foi avaliado em dezembro do ano passado, quando o governo era considerado bom ou ótimo por 34% dos entrevistados e 25% achavam a gestão ruim ou péssima.

Em comparação com 2015, quando a popularidade do tucano despencou em um cenário de crise hídrica e protestos contra reforma do sistema público de educação, houve uma melhora no desempenho deste ano.

Na época, em um ano a avaliação positiva havia caído de 48% para 28% e a reprovação aumentou de 17% para 30%.

Leia também:Após prisão de Lula, petista perde intenções de votos, segundo Datafolha

Atuação

A pesquisa também questionou aos participantes sobre a atuação do governador no estado de São Paulo. A maioria, 64%, informou que Alckmin fez menos do que o esperado, 22% classificou que a expectativa foi cumprida, enquanto apenas 8% afirmou que a gestão superou as expectativas.

Entre os principais problemas de São Paulo, os entrevistados classificaram ser a saúde e violência. Cada uma das áreas foi mencionada por 24% dos eleitores. Educação, desemprego e corrupção seguiram a lista com 13%, 13% e 4%, respectivamente.

Em relação à renúncia do tucano para disputar as eleições presidenciais deste ano, o resultado foi equilibrado: 47% acharam que ele agiu bem, enquanto 46% condenaram atitude como errada.

Leia também:Promotor que acusará Alckmin foi assessor de ex-secretário do tucano

Ler 240 vezes

Galeria de Imagens

Usuários do Dia

Temos 12273 visitantes e Nenhum membro online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

POLÍCIA

Mulher investe contra a Brigada Militar …

TRÂNSITO

Acidente com vítima fatal na ERS-569, no…

ESPECIAL

Briga generalizada é registrada em jogo …

GERAL

Motoqueiro cai durante apresentação do G…

TRÂNSITO

Saída de pista deixa duas mulheres ferid…

TEMPO

Ciclone chega ao Brasil nesta segunda e …

ESPECIAL

Terrenos sujos e o alto risco de dengue …

ESPECIAL

Presos membros da facção Os Manos que vi…

POLÍTICA

Por que brigar com Maia é mau negócio pa…

TRÂNSITO

Veículo desgovernado invade pátio de res…

CIDADE

Grupo Picorruchos arrecada doações para …

TRÂNSITO

Carreta tomba na BR-158 e motorista fica…