Segunda, 23 Abril 2018 22:01

Quando o frio do outono vai chegar, segundo o Climatempo

Avalie este item
(1 Votar)

Foto: Ilustração

O outono de 2018 começou no dia 20 de março. Características de verão predominaram no primeiro mês da estação, com calor e umidade no ar elevada sobre o Brasil. Eventos de chuva forte foram observados em quase todos os estados. No começo da segunda quinzena de abril houve um resfriamento moderado em áreas do Sul e do Sudeste, mas a última semana de abril será marcada com calor no país.

A pergunta que muita gente está fazendo agora é: quando vai chegar o frio? O outono/inverno de 2018 será muito rigoroso?

A resposta para a primeira pergunta é "falta pouco" e para a segunda é "não".

Quando vai esfriar?

O ar polar começa a chegar com mais força e frequência sobre o Brasil na virada da primeira para a segunda quinzena de maio de 2018. É durante a segunda quinzena de maio que o centro-sul do país vai começar a sentir os primeiros dias realmente frios do outono de 2018. Os três estados do Sul já poderão ter geada, mas ainda sem risco a agricultura. Temperaturas abaixo de zero são esperadas para as regiões mais elevadas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

Em grande parte da segunda quinzena de maio, a sensação será de frio nas capitais Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Campo Grande e Cuiabá.

Ondas de frio fortes e de grande extensão avançam sobre o Brasil durante o mês de junho, com potencial para resfriar as áreas do centro-norte das Regiões Centro-Oeste e Sudeste.  A possibilidade de alguns evento de neve é esperada para junho ou julho.

Nem El Niño, nem La Niña

Os principais centros de análise do clima global e de monitoramento de fenômenos como El Niño e La Niña concordam que não teremos nenhum destes fenômenos oceânicos no decorrer do outono/inverno (primavera/verão) de 2018 no Hemisfério Sul (Norte). A situação é de neutralidade com tendência de aquecimento. Assim, não há nenhuma mudança oceânico-atmosférica que force um resfriamento ou aquecimento fora do normal sobre a América do Sul no outono/inverno de 2018.

"Estas condições oceânicas são parecidas com o que se observou no outono/inverno do ano passado, que não teve eventos extremos", explica o meteorologista Alexandre Nascimento, um dos especialistas em análise climática da Climatempo. Nascimento completa que "não há expectativa de frio extremo para o Brasil este ano. Vamos ter, sim, alguns eventos de frio intenso, alguns dias de geada forte no Sul, algum evento de geada em estados como Mato Grosso do Sul e São Paulo, mas nada muito fora do que normalmente ocorre nestas estações."

Feriado de 1º de maio

Quem estiver contanto com o frio do outono no feriado prolongado de 1º de maio deve se decepcionar. Uma massa de ar seco e quente ganha força na ultima semana de abril entre o Paraguai e o Brasil e vai dificultar o deslocamento da chuva e do ar polar das frentes frias. A tendência é de que a maioria das áreas do Sul, Sudeste e do Cetro-Oeste tenham muito sol, pouca chance de chuva, noites frescas e tardes quentes. A chuva deve ficar concentrada sobre o Norte, Nordeste e no extremo sul da Região Sul.

Climatempo

Ler 3826 vezes

Usuários Online

Temos 119090 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TRÂNSITO

Viatura da Brigada Militar se envolve em…

POLÍCIA

Bebê de 7 meses é torturado pelo pai no …

CIDADE

Moradora reclama de esgoto a céu aberto …

PAÍS

WhatsApp remove contas de disparo em mas…

ESPECIAL

Travessia de balsa é suspensa no rio Uru…

GERAL

Mãe pula em açude para salvar filho de d…

JUSTIÇA

Mulher é indiciada no RS por divulgação …

TRÂNSITO

Ministério Público vai apurar atendiment…

INUSITADO

Briga por causa de calcinha termina com …

POLÍCIA

Agência dos Correios é assaltada em Coro…

PAÍS

Datafolha divulga nova pesquisa de inten…

ESPECIAL

Vereadores derrubam veto do prefeito a p…