Segunda, 14 Maio 2018 07:01

Comerciante é preso por informar local de blitz via WhatsApp em Novo Hamburgo Destaque

Avalie este item
(0 votos)
 

Um comerciante, de 36 anos, foi preso após divulgar em grupos do WhatsApp a realização de uma blitz policial em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, na noite de domingo. Ele foi detido em flagrante pela Brigada Militar, na rua Carlos Celio Ruschel, no bairro São Jorge.

 

De acordo com a BM, o comerciante teria repassado uma foto da blitz com a legenda “novamente barreira”. Depois, ele encaminhou ao grupo, com seus clientes da barraquinha e amigos, outra mensagem: “Avisarei quando irem embora”.

 

A informação chegou a um policial militar que repassou aos colegas. O comerciante foi identificado e encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento de Novo Hamburgo, onde foi feito o flagrante.

O homem foi detido por atentado contra a segurança pública, de acordo com o artigo 265 do Código Penal Brasileiro. O artigo prevê que é crime atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública. A pena é prisão de um a cinco anos e multa.

Ler 266 vezes Última modificação em Terça, 15 Maio 2018 10:57

Usuários Online

Temos 170864 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPECIAL

Pais passam a noite em fila para garanti…

TEMPO

Semana começa com calor acima dos 30°C a…

ESTADO

Adolescente desaparece nas águas da barr…

GERAL

Congresso decide votar projetos que aume…

TRÂNSITO

Samu atende dois acidentes de trânsito e…

ESPECIAL

Vídeo - Acidente com vítima fatal no cen…

ESPECIAL

Homem é preso por tráfico de drogas em T…

POLÍCIA

Peão é morto com facada após discussão e…

ESPORTES

Oswaldo de Oliveira é tricampeão da Copa…

ESPORTES

Jogos do final de semana agitam jornais …

ESPORTES

Gallardo e Schelotto protagonizam duelo …

ESPORTES

Caso vença final, Boca se tornará maior …