Quarta, 16 Maio 2018 12:53

Programa Pró-Biodigestores é entregue por Grupo de Trabalho ao Governador Sartori

Avalie este item
(0 votos)

Foto: Divulgação

Resultado do esforço de mais de um ano de reuniões e audiências públicas do Grupo de Trabalho da Matriz Produtiva dos Biodigestores, a sugestão de um Programa de Estado foi entregue por representantes de instituições públicas e privadas coordenadas pela deputada estadual Zilá Breitenbach, ao governador do RS, José Ivo Sartori, nesta terça-feira (15).

O material que possui desde um diagnóstico sobre a biomassa gerada no estado, sua potencialidade e os desafios hoje enfrentados por vários municípios, que estão inviabilizados para aumentar a criação animal até achar uma resolução viável e sustentável para a destinação dos dejetos, sugere medidas imediatas e a longo prazo para tornar a tecnologia uma realidade no campo, e, futuramente também nos centros urbanos.

 “Concluímos, após esta etapa dos trabalhos, que para os biodigestores se tornem acessíveis aos produtores rurais, é preciso a instituição de uma política de incentivo à geração de energia a partir de resíduos orgânicos da cadeia produtiva, com a extensão da regulação e dos benefícios da Lei nº 14.864, de 11 de maio de 2016, a toda a cadeia do biogás; também a adequação das linhas de crédito existentes nas instituições de fomento às necessidades e peculiaridades dos criadores de animais e suas redes de integração e cooperação”, explica a deputada Zilá, que também preside a Frente Parlamentar de Apoio à Matriz Produtiva dos Biodigestores, e que está protocolando um projeto de lei que define um Marco Legal para aproveitamento da Biomassa no RS.

“Temos que dar este passo sob a ótica de que estaremos atrasando o desenvolvimento econômico do nosso estado, Santa Catarina já avançou. Dar a destinação correta para os dejetos é um problema real, e os biodigestores são uma solução responsável” diz a secretária de do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pelini.

O presidente da Comissão de Agricultura da ALRS, Adolfo Brito, que acompanhou a entrega do documento, frisou o trabalho da deputada Zilá em reunir diversas entidades do setor em torno de um tema relevante para incentivar a permanência das famílias no campo com qualidade de vida.

A reitora da UERGS, Ariza da Luz, enfatizou a maneira como o trabalho foi feito unindo instituições de ensino e pesquisa, além da indústria, governo, cooperativas, representantes da cadeia produtiva, e que deve servir de exemplo para tratar de outros temas estaduais.

O governador Sartori nomeou os secretários estaduais de Agricultura, Odacir Klein; Desenvolvimento Rural, Tarcício Minetto; e Ambiente Sustentável, Ana Pelini, para coordenarem as ações do Programa Pró-Biodigestores, que foi entregue pelo Grupo de Trabalho.

“É um projeto bem abrangente, uma proposta boa e responsável, assim nomeio os secretários para que formem uma equipe e se reúnam com a deputada Zilá e o Grupo dos Biodigestores, para que este programa realmente funcione e beneficie os gaúchos, explicou Sartori.

Assessoria de Comunicação

Ler 270 vezes Última modificação em Quarta, 16 Maio 2018 22:33

Usuários Online

Temos 5613 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TRÂNSITO

Três vítimas fatais em acidente na BR-28…

ESPECIAL

Criança de 5 anos sofre choque elétrico …

ESPECIAL

Em manifestação pró-Bolsonaro, eleitores…

POLÍCIA

Jovem desaparece após sair de casa em Te…

TRÂNSITO

Acidente deixa dois feridos na ERS-155, …

ESPECIAL

Morre vítima de acidente entre carro e m…

GERAL

Usuários relatam que celulares foram adi…

REGIÃO

Homem morre em acidente com trator no No…

TEMPO

Saiba com será o tempo na próxima semana…

REGIÃO

Homem ficou ferido ao cair de telhado em…

GERAL

TSE abre ação para investigar suspeita c…

ESTADO

Rio Grande do Sul tem 55 vítimas de este…