Terça, 15 Maio 2018 13:13

Mãe amarra três filhas, esfaqueia mais velha e incendeia casa nos EUA

Avalie este item
(0 votos)

Taheerah Ahmad esfaqueou menina de 11 anos entre 50 e 70 vezes e bateu na cabeça dela com uma picareta; criança está em estado crítico. Ela foi presa depois de fugir com filha de oito anos, menina de sete conseguiu fugir. Mãe prende filhas e coloca fogo na casa nos EUA Uma mulher esfaqueou sua filha de 11 anos entre 50 e 70 vezes, bateu na cabeça dela com uma picareta e depois incendiou sua casa, antes de fugir levando outra de suas três filhas, em Tulsa, nos Estados Unidos. A terceira criança conseguiu fugir. Taheerah Ahmad, de 39 anos, foi presa na noite de terça-feira (15).
As autoridades a acusam de atacar sua filha de 11 anos na noite de segunda-feira e fugir com a de oito anos. A menina mais nova, que tem sete anos, foi encontrada em segurança na casa da avó materna, após ser inicialmente declarada desaparecida. Ahmad permanecia detida nesta quarta-feira sob as acusações de provocar um incêndio proposital, abuso infantil e ataque e agressão com intenção de matar. Ela está presa sem direito a fiança. A menina de 11 anos permanece em estado crítico. Segundo um relatório da prisão, Ahmad disse aos investigadores que estava irritada com suas filhas “por causa da maneira como elas estavam lendo e olhando para ela”. A polícia disse que a mãe amordaçou e amarrou as três meninas e então atacou a mais velha. Policiais não disseram o que elas estavam lendo. Foto cedida pelo gabinete do xerife do condado de Tulsa de Taheerah Ahmad, presa na terça-feira (15) e acusada de tentar matar sua filha mais velha a facadas e de incendiar a casa onde a menina estava Tulsa County Sheriff's Office via AP A menina de oito anos ajudou a irmã mais nova a fugir, e ela correu até um vizinho para pedir ajuda. Quando os policiais chegaram, encontraram a filha mais velha na casa em chamas e Ahmad e as outras duas não estavam mais no local. O relatório diz ainda que a menina de 11 anos tentou reagir enquanto Ahmad estava imobilizando as três irmãs, o que a levou a esfaqueá-la aproximadamente “de 50 a 70 vezes”. O relatório diz também que a mãe bateu na cabeça da menina diversas vezes com a picareta antes de incendiar a cozinha da casa. A menina tinha dezenas de perfurações no tronco, além de cortes em suas pernas, pescoço, mãos e rosto, de acordo com o relatório. O documento diz que Ahmad queria queimar a casa para “garantir de vez que (a menina de 11 anos) estivesse morta”. Ahmad se recusou a dar declarações à imprensa na terça-feira, quando foi conduzida à prisão. O sargento Shane Tuell, da polícia de Tulsa, disse que Ahmad talvez jamais fosse presa se duas mulheres não tivessem visto seu carro em um subúrbio da cidade. Uma delas, Emily Wilson, disse ao jornal “Tulsa World” que ela e uma amiga decidiram chamar a polícia depois de verem a menina de oito anos dentro do carro.
Ler 92 vezes

Usuários Online

Temos 1324 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Astor Mallmann – Representante Telha Cer…

Colchões Ortobom

Atacadão do Hortifruti

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

Feijoada da APAE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPECIAL

Mulher é presa por tráfico de drogas no …

ESPECIAL

Órgãos públicos terão horário diferencia…

DIVERSOS

Olimpíadas Escolares são realizadas em T…

CIDADE

Alunos do Curso de Agronomia da UERGS Tr…

POLÍCIA

Administrador de academia é preso pela P…

TRÂNSITO

Acidente com vítima gravemente ferida na…

VARIEDADES

Jovem manda nude para pessoa errada, e p…

CIDADE

CPI define cargos dos membros e cronogra…

ESPECIAL

Como será o inverno deste ano? Será que …

TEMPO

Inverno começa com chuva no Rio Grande d…

POLÍCIA

Menino de 8 anos é morto com um tiro no …

GERAL

PIS, FGTS, DPVAT e mais 'fortunas' que v…

...