Segunda, 21 Maio 2018 17:39

Litro da gasolina comum já passa de 5 reais em Três Passos

Preço vale para venda a prazo. Foto: Internauta/Facebook

O aumento de combustíveis no país já faz o litro da gasolina comum passar dos R$ 5 em cidades do interior do Rio Grande do Sul. O valor de R$ 5,05 pode ser registrado em Uruguaiana, na Fronteira Oeste, e de até R$ 5,06 em Bagé, na Campanha. Em Erechim, na Região Norte, o preço chega a R$ 4,98.

"Fim do mês, quando faz a conta... Vamos ter que parar o carro e andar de bicicleta", diz o pintor João Escobar, em um posto de Bagé. "Não tem como aguentar isso aí", reclama o autônomo Roque Farias.

A Petrobras aumentou os preços e os postos repassaram para o consumidor no fim de semana. Foi o 13º reajuste no mês, e o quinto em menos de uma semana. Na terça-feira (22), um novo aumento entra em vigor para gasolina (0,9%) e diesel (0,97%) nas refinarias.

O valor do diesel desencadeou protestos de caminhoneiros pelo país nesta segunda (21). No Rio Grande do Sul, diversas rodovias contam com manifestações.

Alguns motoristas gaúchos não sabiam do último aumento e se assustaram ao ir a postos para abastecer seus veículos nesta segunda. "Eu não sabia. Fazer o quê? É o preço", diz o mecânico Gilmar Alves Pereira, em Cruz Alta, na Região Noroeste.

Na cidade, o aumento médio da gasolina comum foi de R$ 0,20, pulando para R$ 4,68. O litro da aditivada já custa R$ 4,79.

Em Caxias do Sul, na Serra, os preços são parecidos com os de Cruz Alta. A alta na cidade foi de R$ 0,10 nas principais redes.

"Está um absurdo para quem trabalha todo dia de carro, muito complicado. Só com dinheiro contado para colocar gasolina", reclama a cabeleireira Margarete Amaral.

A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo, que chegou a bater as cotações máximas desde 2014, além da tendência de alta do dólar sobre várias moedas, incluindo o real.

Cada vez que a Petrobras reajusta seus valores, eles são repassados ao consumidor nos postos de combustíveis. "O diesel vem aumentando mais ou menos no mesmo patamar da gasolina, o que é mais grave ainda porque atinge toda a cadeia produtiva e também, por conseguinte, todos os consumidores", avalia o dono de posto Paulo Delevati.

O que diz a Petrobras

A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente. Na semana passada, foram 5 reajustes diários seguidos. No acumulado somente na semana passada, a alta chegou a 6,98% nos preços da gasolina e de 5,98% no diesel. Desde julho de 2017, o preço da gasolina comercializada nas refinarias acumula alta de 58,76% e o do diesel, valorização de 59,32%, segundo o Valor Online.

Em comunicado divulgado na última sexta-feira, a Petrobras voltou a justificar os reajustes diários, afirmando que os combustíveis derivados de petróleo são commodities, que os preços estão "atrelados aos mercados internacionais".

G1

Ler 2275 vezes

Usuários Online

Temos 2279 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Astor Mallmann – Representante Telha Cer…

Colchões Ortobom

Atacadão do Hortifruti

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

Feijoada da APAE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

POLÍCIA

Transexual é morta a pauladas por jogado…

MUNDO

Vídeo mostra padre dando tapa na cara de…

DIVERSOS

Consulta Popular 2018/2019 em Tiradentes…

INUSITADO

Família com 6 dedos nas mãos e nos pés t…

ESPECIAL

Empresa de Três Passos oferece três vaga…

MUNDO

Antes de morrer, mãe ensina genro a lida…

INUSITADO

Pica-pau fura caixa de fibra ótica e dei…

ESPECIAL

Mulher é presa por tráfico de drogas no …

GERAL

Órgãos públicos terão horário diferencia…

EDUCAÇÃO

Olimpíadas Escolares são realizadas em T…

CIDADE

Alunos do Curso de Agronomia da UERGS Tr…

POLÍCIA

Administrador de academia é preso pela P…

...