Quinta, 31 Maio 2018 13:11

Empresário é preso nesta quinta-feira por impedir fim da greve dos caminhoneiros

Avalie este item
(0 votos)

iG São Paulo

Detido no Rio Grande do Sul, o homem teria ameaçado motoristas nos bloqueios em rodovias do Estado e está preso temporariamente

Entrevista coletiva sobre a greve dos caminhoneiros%3A o ministro Sérgio Etchegoeyon aparece em destaque na foto

Entrevista coletiva sobre a greve dos caminhoneiros%3A o ministro Sérgio Etchegoeyon aparece em destaque na foto

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil 31.05.2018

A primeira prisão de empresário suspeito de interferir na greve dos caminhoneiros que parou o País durante mais de uma semana foi confirmada nesta quinta-feira (31) pelo ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sergio Etchegoyen.

Detido no estado do Rio Grande do Sul, o homem teria ameaçado motoristas que estavam presentes ou passaram pelos bloqueios em rodovias do Estado e está preso temporariamente.

Leia também: Após pedidos de intervenção militar em ato, MPF apura se houve violação da Lei

A prisão foi feita durante operação da Polícia Federal que ocorre desde o início da manhã desta quinta no Rio Grande do Sul para reprimir atuação de empresários de transporte na promoção de paralisações no âmbito da greve dos caminhoneiros.O chamado locaute, que é a realização de greves ou paralisações por empresários, é proibido pela legislação.

Polícia Federal atua contra a prática de locaute

A operação da Polícia Federal, que ganhou o nome Unlocked, ocorreu a partir de inquérito que investigou a participação de integrantes de transportadoras em bloqueios nas rodovias BR 116, RS 122 e RS 452.

Leia também:Brasileiros apoiam caminhoneiros, mas não querem pagar acordo, diz Datafolha

Segundo o superintendente regional da Polícia Federal, Alexandre Isbarrola, foi possível reunir “provas contundentes” da prática de locaute. “É uma grande transportadora que atuava com violência e grave ameaça. Havia comboios de veículos que atuavam por ordem desses empresários e que abordavam os caminhões, obrigavam a parar e que fossem recolhidos, impedindo que eles seguissem”, explicou.

De acordo com o superintendente, o objetivo era gerar o desabastecimento de grãos e de proteína animal na região da Serra, no estado. Os nomes da transportadora e do empresário preso, por outro lado,não foram divulgados.

Leia também:Greve dos caminhoneiros chega ao 11º dia e manifestações diminuem

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, em que confirmou a prisão do empresário suspeito de locaute, Etchegoyen reiterou a disposição do governo em manter o diálogo e lamentou a violência que provocou a morte de um motorista em Rondônia. O homemfoi atingido por uma pedra após passar por um bloqueio de manifestantes. Para saber mais informações sobre o caso, basta clicar aqui.

Ler 395 vezes Última modificação em Quinta, 31 Maio 2018 18:15

Usuários Online

Temos 1827 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Promoção ZERO GRAU!

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Campeão de audiência

Vende-se prédio comercial em Humaitá

Anuncie aqui

Leitor Repórter

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TRÂNSITO

Caminhão é flagrado com mais de 8 tonela…

ESTADO

Menores pintam parada, muros e escola qu…

ESPECIAL

Temperatura sobe e chuva retorna no domi…

CIDADE

Último dia de inscrições para soberanas …

ESPECIAL

Vídeo - PRF usa drone para flagrar ultr…

ESPECIAL

Sine de Três Passos está com 14 vagas de…

EDUCAÇÃO

Alunos do Colégio Ipiranga prestam Homen…

POLÍCIA

Apreensão de mercadoria estrangeira na B…

POLÍCIA

Funcionário da Corsan desaparecido é enc…

ESTADO

Médico é flagrado trabalhando bêbado em …

GERAL

Criança de 2 anos cai em copo de vidro e…

TRÂNSITO

Motorista de ambulância dorme ao volante…

...