Quinta, 21 Junho 2018 19:58

Estudante denuncia tentativa de estupro em universidade no RS

Avalie este item
(0 votos)

Foto: Reprodução

Uma denúncia de tentativa de estupro publicada por uma estudante da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em seu perfil no Facebook, gerou protestos na comunidade universitária. O crime, conforme relato da aluna, teria acontecido no último dia 15. A estudante contou que o autor é morador da Casa do Estudante. Nos últimos dias, diversas manifestações foram realizadas pela punição do infrator. O delegado regional de polícia, Sandro Meinerz, informou que a a Delegacia da Mulher já tomou conhecimento da denúncia e trabalha para esclarecer os fatos.

Nesta sexta-feira, o reitor, professor Paulo Burmann, divulgou nota lamentando o fato. "A Universidade Federal de Santa Maria reitera seu total repúdio a qualquer tipo de desrespeito às liberdades individuais e coletivas, assédio, violência, constrangimento, ataque aos direitos humanos e, particularmente, à violência do estupro envolvendo mulheres no campus sede. Neste sentido, reafirma a determinação a todos os seus órgãos internos de 'tolerância zero' a estes ataques e informa que as devidas providências administrativas, responsabilização e punição dos agressores já estão sendo tomadas", comentou.

Após a denúncia formal da agressão junto à Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), foi imediatamente aberto processo administrativo, encaminhado, em 20 de junho, à Comissão Permanente de Sindicância e Inquérito Administrativo (COPSIA). A COPSIA está trabalhando prioritariamente na apuração da denúncia em processo disciplinar no âmbito da Instituição, com base na legislação superior e na Portaria n. 86.990, de 5 dezembro de 2017, que prevê a aplicação de penalidades de desligamento (expulsão) ou suspensão em casos de crime de racismo, agressão física, assédio sexual e/ou moral ocorridos nas dependências da Universidade.

A Instituição frisa que a investigação e a responsabilização criminal cabem às autoridades policiais e ao Judiciário. No intuito de preservar os estudantes, a UFSM mantém sua identificação em sigilo. De acordo com a nota, a UFSM vem disponibilizando suporte psicológico às estudantes que realizaram a denúncia, através de assistentes sociais, psicólogos, assessoria jurídica e equipe da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis.

CP

Ler 399 vezes Última modificação em Sábado, 23 Junho 2018 13:56

Usuários do Dia

Temos 13802 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPECIAL

Jovem morre ao ser atingido por disparos…

GERAL

Tiago Linck palestra em seminário interm…

POLÍCIA

Mãe vê filho ser morto por segurança com…

ESPECIAL

Homem é preso com produtos de origem est…

ESTADO

Saiba qual cidade gaúcha tem mais usuári…

ESPORTES

Com vermelho fosco, Ferrari apresenta ca…

ESPORTES

Cuca fala sobre carinho pelo São Paulo e…

POLÍCIA

Corpo do gerente do Sicredi pode ter sid…

ESTADO

Projeto prevê fim da aposentadoria espec…

POLÍCIA

Quadrilha gaúcha é presa no Paraná pelo …

TRÂNSITO

Jovem de 21 anos morre em acidente na BR…

ESPECIAL

Homem é suspeito de molestar criança de …