Segunda, 09 Julho 2018 15:28

CNJ abre investigação contra Sérgio Moro, Favreto e Gebran Neto

Avalie este item
(0 votos)

iG São Paulo

Moro, Favreto e Gebran serão investigados por atuação no impasse jurídico que, no domingo, gerou dúvidas sobre a soltura do ex-presidente Lula (PT)

Moro, Favreto e Gebran serão investigados pelo Conselho Nacional de Justiça

Moro, Favreto e Gebran serão investigados pelo Conselho Nacional de Justiça

Foto: Reprodução/Twitter

O corregedor nacional de Justiça, o ministro João Otávio de Noronha, decidiunesta terça-feira(10) abrir os 10 pedidos preliminares de investigação que chegaram ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra os desembargadores Rogério Favreto, João Pedro Gebran Neto e o juiz federal Sérgio Moro.

Leia também:Quem pode soltar Lula? Decisão de plantonista do TRF-4 gera impasse judiciário

Moro, Favreto e Gebran serão investigados por suas atuações no impasse jurídico que, no domingo, gerou dúvidas sobre a soltura do ex-presidente Lula (PT).

Para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Moro deu pretextos para os críticos da forma como ele tem conduzido seus processos.

Os pedidos de punição, portanto, não seriam injustificados. Isso porque, além de não caber a Moro questionar ordem de instâncias superiores, ele estava de férias quando decidiu interferir na soltura de Lula.

Moro, Favreto e Gebran na mira do CNJ

As reclamações disciplinaresforam protocoladasna segunda(9) após as decisões conflitantes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no último fim de semana, sobre a concessão de liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Leia também:Presidente do TRF-4 transfere decisão ao relator, e Lula segue preso

Segundo o CNJ, junto das oito reclamações que chegaram contra Favreto e duas contra Moro, será acrescentada uma investigação mais ampla sobre o caso. O trabalho de apuração terá início imediato.Da análise dos processos, pode ser aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os magistrados, que, por sua vez, pode culminar em punição, desde advertência até aposentadoria compulsória.

Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia7 de abril, por determinação do juiz Sérgio Moro, que ordenou a execução provisória da pena do petista. A prisão foi executada com base na decisão do STF que autorizou prisões após o fim dos recursos nasegundainstância da Justiça, mesmo que a condenação não tenha sido avaliada nas instâncias superiores, o STJ e o próprio STF.

Nodomingo(8), o desembargador Rogerio Favreto atendeu a um pedido de liberdade feito por deputados do PT em favor de Lula. Em seguida, o juiz Sergio Moro e o desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região Gebran Neto, ambos relatores dos processos da Operação Lava Jato, derrubaram a decisão de Favreto por entenderam que o magistrado não tinha competência para decidir a questão.

o mesmo dia, o entendimento foi confirmado pelo presidente do TRF, Thompson Flores.Pelo imbróglio, Moro, Favreto e Gebran terão as condutas analisadas pelo CNJ.

* Com informações da Agência Brasil

Leia também:Cármen Lúcia: resposta judicial deve ocorrer sem quebra de hierarquia

Ler 64 vezes

Galeria de Imagens

Usuários Online

Temos 3113 visitantes e Nenhum membro online

.......

VITRINE PUBLICITÁRIA

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESTADO

Hospital atesta óbito de bebê vivo no in…

ESPECIAL

Câmeras flagram homem encapuzado em gara…

GERAL

Polícia investiga se houve negligência d…

ESPECIAL

Bebê recém-nascido de mãe que morreu dur…

CIDADE

CPI realizará mais uma reunião de trabal…

ESPECIAL

Conheça as candidatas à rainha e princes…

POLÍCIA

Vídeos - Homem ataca policiais com facão…

INUSITADO

Vídeo - “Briga inusitada” é registrada n…

REGIÃO

UTI do Hospital Santo Antônio já tem dat…

GERAL

Coca-Cola está de olho em mercado de beb…

POLÍCIA

Polícia prende motorista que arrastou ad…

TRÂNSITO

Acidente envolve dois veículos na ERS-21…