Segunda, 09 Julho 2018 22:00

Croácia e Inglaterra: da diáspora croata ao Brexit, confira curiosidades dos semifinalistas da Copa Destaque

Avalie este item
(0 votos)

Reino Unido recebeu imigrantes croatas ao longo da história por razões diferentes. Com o Brexit, aumenta a incerteza sobre a Croácia, que é integrante da UE. Copa de Indicadores: Inglaterra x Croácia Arte/G1 Croácia e Inglaterra se enfrentam nesta quarta-feira (11) pela última vaga na final da Copa do Mundo de 2018. Independentemente do resultado, é certo que haverá festa em ambos os países após o jogo: há colônias croatas em cidades britânicas assim como há ingleses vivendo na república banhada pelo Mar Adriático. As razões para os fluxos migratórios, porém, são bem diferentes. Os croatas emigraram para a Inglaterra como refugiados ainda na Segunda Guerra Mundial — quando a Croácia ainda fazia parte da Iugoslávia.
Com as guerras de independência nos anos 1990, mais um fluxo. Atualmente, o Ministério da Imigração britânico estima que até 10 mil croatas vivam no Reino Unido, número relativamente baixo se comparado à enorme diáspora croata à Alemanha, por exemplo. Torcedores croatas são vistos no estádio em em Sochi, na Rússia, antes de partida contra o país anfitrião pelas quartas de final da Copa do Mundo Maxim Shemetov/Reuters Em contrapartida, os ingleses vêm, aos poucos, descobrindo a Croácia como destino para viver a aposentadoria. Além do custo de vida mais baixo, os aposentados podem trocar o tempo geralmente frio e chuvoso da Inglaterra por invernos mais amenos e verões quentes e ensolarados à beira do Mar Adriático. 3 DE JULHO - Torcedores ingleses com a cara pintada aguardam o início da partida contra a Colômbia no estádio Spartk em Moscou, na Rússia Maxim Shemetov/Reuters Em comum, o intercâmbio estudantil é outro fator de imigração entre os dois países. Assim como os aposentados, os jovens ingleses buscam na Croácia um país diferente, mais ensolarado e com outra cultura para estudar e fazer trabalhos temporários. Do outro lado, os croatas tentam nas melhores universidades britânicas um lugar ao sol na competitividade internacional — ainda que a Croácia apresente, hoje, índices melhores de qualidade de vida do que décadas atrás. União Europeia e incertezas Participantes da marcha "People's Vote" (O voto das pessoas, em tradução livre), no centro de Londres. Manifestantes pedem segundo referendo sobre o Brexit Henry Nicholls/Reuters Nesta década, a União Europeia ganhou protagonismo tanto na Croácia quanto na Inglaterra. Só que de maneiras opostas: os croatas ingressaram no bloco em 2013, três anos antes de o Reino Unido decidir deixá-lo após um referendo. A entrada recente da Croácia na União Europeia gerou, inclusive, uma celeuma jurídica na questão migratória. Croatas que pretendiam trabalhar no Reino Unido deveriam pedir uma autorização especial, mesmo fazendo parte da UE. Bandeira da Croácia é hasteada no Parlamento Europeu em Estrasburgo, França. Reuters/Vincent Kessler A medida valeria até 30 de junho de 2018. A partir daquela data, os direitos dos croatas de acesso ao Reino Unido seriam iguais aos dos outros cidadãos da União Europeia. No entanto, o Brexit deixou no ar a pergunta: os croatas deixariam de ter o direito à imigração ao Reino Unido após o prazo? Partidários do 'Brexit' comemoram resultado Geoff Caddick/ AFP O Ministério da Imigração britânico, então, decidiu que os croatas poderiam ter os mesmos direitos imigratórios em relação aos outros cidadãos da União Europeia. A ministra disse, na ocasião, que a medida não levaria sérias dificuldades ao mercado de trabalho do Reino Unido. Ainda assim, o destino dos croatas moradores do Reino Unido ainda está incerto: uma vez que eles pertencem à UE, eles estão no rol dos habitantes ainda à espera de uma definição da política imigratória pós-Brexit. Copa de Indicadores Pessoas brincam com a neve na Broadway Tower em Gloucestershire, na Inglaterra. Ben Birchall/PA via AP O duelo de Croácia e Inglaterra expõe também dois países nascidos em contextos históricos diferentes: o primeiro só conseguiu reconhecimento internacional da independência em 1992, enquanto o segundo nasceu como nação ainda na Idade Média. Assim, o desenvolvimento econômico de Croácia e Inglaterra ocorreu em ritmos diferentes. Os ingleses continuam uma potência política, comercial e militar. Os croatas, por outro lado, se recuperam pouco a pouco das guerras do século 20 e da crise de 2008. Eles ainda convivem com alto índice de desemprego: 13,9%, segundo estimativas de 2017. Homem é visto diante de fonte em Zagreb com a projeção da bandeira da Inglaterra em homenagem às vítimas do atentado em Manchester STRINGER / AFP A renda per capita comparada pelo paridade de poder de compra mostra a diferença econômica dos dois países europeus: os britânicos — considerando também dados de Escócia, Gales e Irlanda do Norte — ganham, em média, US$ 43,6 mil por ano. Os croatas recebem anualmente quase US$ 20 mil a menos. Milhares se reúnem em Zagreb em protesto contra uso do alfabeto cirílico AFP Além disso, a Croácia ainda está aquém do Reino Unido no percentual de usuários de internet: 72,7% dos croatas estão conectados à rede, muito abaixo do índice britânico: lá, 94,8% estão online. Confira outras comparações dos indicadores escolhidos pelo G1 no topo da reportagem.
Ler 57 vezes

Usuários Online

Temos 2300 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Astor Mallmann – Representante Telha Cer…

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Campeão de audiência

Vende-se prédio comercial em Humaitá

Anuncie aqui

Leitor Repórter

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPECIAL

Vídeo e fotos da Festa do Colono e Motor…

TRÂNSITO

Cinco pessoas ficam feridas após queda e…

GERAL

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 72 mil…

POLÍCIA

Relojoaria é assaltada no centro de Três…

FENÔMENO

Maior eclipse lunar do século, 'lua de s…

DIVERSOS

Projeto Vereador Mirim é desenvolvido em…

DICAS

Gratidão – Como essa emoção pode ajudar …

ESPECIAL

Motorista relata aparição de mulher de b…

INUSITADO

Vídeo do último indígena sobrevivente de…

POLÍCIA

Quadrilha ataca banco com explosivos no …

ESPECIAL

Médico esquece pano na barriga de pacien…

TEMPO

Primeiro o calor, depois a chuva e agora…

...