Sexta, 14 Setembro 2018 19:29

Polícia investiga caso da menina que morreu após explosão de pneu no RS

Avalie este item
(1 Votar)

Foto: Reprodução

A polícia investiga o caso da menina de 13 anos que morreu na quinta-feira (13), após explosão do pneu de uma máquina motoniveladora, no balneário Cassino, em Rio Grande, Litoral Sul gaúcho. A máquina estava a serviço da prefeitura.

Geovana Xavier Barbosa tinha recém saído da escola e passeava com os amigos, quando foi atingida por uma parte do aro da máquina que estava do outro lado da rua.

A menina chegou a ser encaminhada ao posto de saúde do Cassino, mas não resistiu aos ferimentos. A expectativa é de que a perícia da máquina e do aro seja realizada ainda nesta sexta-feira (14). Os peritos do Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul (IGP) que atendem a região precisam se deslocar de Pelotas.

A Delegacia da Criança e do Adolescente investiga se houve má conduta do motorista ou negligência da empresa responsável pela manutenção da motoniveladora. O caso pode ser enquadrado como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

A prefeitura, que contratou a empresa, disse que a licitação do serviço previa máquina em condições e operador habilitado. E informou que está dando apoio à família da menina com assistente social e psicólogo. As aulas na escola estadual Silva Gama, onde Giovana estudava no sexto ano, foram canceladas nesta sexta.

G1 RS

Ler 2728 vezes

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPECIAL

Acidente deixa dois feridos na BR-468, e…

POLÍCIA

Foragido é preso com motocicleta furtada…

ESPECIAL

Adolescente é apreendido com drogas e ar…

TEMPO

Chuva continua nos próximos dias e risco…

POLÍCIA

Homem que descumpriu Maria da Penha é en…

GERAL

Governo quer unificar RG, CNH, CPF e out…

POLÍCIA

Câmeras flagram ladrões de estabelecimen…

ESPECIAL

Carro e moto se envolvem em acidente na …

ESTADO

Aposta do interior do RS vence prêmio má…

POLÍCIA

Homem tripulando caminhonete preta aplic…

SEGURANÇA

Criminosos clonam contas de WhatsApp par…

POLÊMICA

Maioria dos brasileiros apoia redução da…