Sábado, 22 Setembro 2018 10:01

Restos mortais de jovem sequestrado são procurados no rio Uruguai

Avalie este item
(0 votos)

Foto: Reprodução

Desde as primeiras horas desta sexta-feira (21), uma operação unindo a Policia Federal e o alto comando da Gendarmeria Argentina, vindo de Buenos, busca os restos mortais do jovem argentino Cristian Schaerer, sequestrado há 15 anos.

Os agentes brasileiros e argentinos, sob o comando do delegado André Epifânio, ouviram um informante que dizia saber o local onde estão os restos mortais do jovem. Peritos equipados e os demais agentes das duas forças de segurança daqui e da argentina, passaram a manhã e parte da tarde no local, no Rio Uruguai, em que a polícia, por enquanto, prefere não revelar encontrara ossadas- “na realidade há muito material. São ossos também de animais. Por isso agora inicia uma minuciosa pericia”, disse o delegado.

Epifânio ressaltou que o pedido para realização desse trabalho foi feito pela Ameripol (Comunidade de Polícias das Américas) diretamente de Bogotá para o Diretor Geral da PF, depois de levantado detalhes do sequestro até aqui não revelados. É bem verdade que há desde o inicio das investigações, quase uma certo que de o jovem tenha sido executado no Brasil (ou alguma ilha no rio Uruguai, entre Uruguaiana e Paso de los Libres).

A reportagem da Rádio Charrua apurou que o local fica localizado a uma distância percorrida em aproximadamente 20 minutos de barco.

COINCIDÊNCIA

Por coincidência, foi no dia 21 de setembro de 2003, na porta de sua casa na porta de sua casa, no bairro de Las Tejas, em Corrientes, que Cristian foi sequestrado, quando retornava da Faculdade. Embora a família tenha pago 277 mil dólares, pelo resgate, os familiares nunca mais ouviram falar dele. Passado um tempo do sequestro, muma operação conjunta da Políia Civil de Uruguaiana e agentes policiais de Libres, quatro pessoas foram presas em Uruguaiana. Pompeya Gomes, mãe de Cristian, disse à reportagem que reconhecera entre os detidos aqui, um dos que receberam o resgate. Também aconteceu que a Polícia Federal em Paso de los Libres, descobriu que os mentores intelectuais do sequestro Horacio Maidanda - o “O Potrillo” e seu parceiro Rodolfo Lohrmann, além de outros do bando, montaram em Libres um cativeiro.

A polícia federal argentina descobriu, mas quando agiu para prende-los, eles já haviam abandonado o local. Foi levantado que o agente federal argentino havia contatado com a quadrilha informando da operação. O agente foi preso, assim como outras pesoas, alguma com destaque acabaram presas como parte do bando. Na época, o promotor (fiscal) de sobrenome Ressoaldi, disse à Rádio Charrua, que as investigações sabiam de todos os passos dos sequestradores com Cristian, no território argentino. Ele afirmou, na época, que quando assunto chegava em Paso de los Libres, acabavam as informações, evidenciado que o jovem foi trazido para o lado brasileiro num barco.

Há poucos meses Maidana e Lohrman foram presos em Portugal. A argentina trata de suas extradições. Autoridades judiciais argentinas viajarão a Portugal para interrogarr Rodolfo Lorhmann e José Horacio Maidana, detidos naquele país. Toda a expectativa agora é para o que está de desenvolvendo em Uruguaiana.

Rádio Charrua

Ler 4543 vezes

Usuários Online

Temos 148545 visitantes e 4 membros online

.......

{module Banner Centro da Pagina Notícias}

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

GERAL

Mais de 3 mil motoristas são multados na…

TRÂNSITO

Uso do celular ao volante é a terceira m…

ESTADO

Shopping no interior do RS oferece 2 mil…

TRÂNSITO

Caminhão tomba na BR 386 e populares aju…

CIDADE

Vagas de emprego abertas no Sine de Três…

CIDADE

Moradora faz festa para as crianças há 1…

TRÂNSITO

Veículo fica partido ao meio ao colidir …

GERAL

5ª Cavalgada da Divina Proteção às Crian…

GERAL

Grupo de amigos distribui doces para as …

JUSTIÇA

Réu do caso Bernardo tem pedido de liber…

REGIÃO

Homem é vítima de choque elétrico no Nor…

POLÍCIA

Quadrilha foge da polícia e é presa após…