Segunda, 08 Outubro 2018 12:41

Presidente do Chile e ministro interior da Itália demonstram apoio a Bolsonaro

Avalie este item
(0 votos)

iG São Paulo

Sebastián Piñera e Matteo Salvini, líderes de direita de seus países, opinaram sobre a situação no Brasil e teceram elogios ao candidato líder do 1º turno

Presidente chileno e ministro italian declararam apoio a Bolsonaro

Presidente chileno e ministro italian declararam apoio a Bolsonaro

Foto: Divulgação

Sebastián Piñera, bilionário e presidente do Chile em segundo mandato, falou sobre a adequação do plano econômico de Jair Bolsonaro (PSL) ao cenário brasileiro, enquanto Matteo Salvini, líder da extrema-direita italiana, afirmou que este é mais um exemplo da "revolução do bom senso que está percorrendo toda a Europa".As lideranças internacionais, diferentes entre si, declararam apoio a Bolsonaro nas eleições presidenciais de segundo turno no Brasil, marcadas para 28 de outubro.

Leia também:Haddad precisa de virada inédita para vencer Bolsonaro no segundo turno; entenda

Apoio a Bolsonaro no Chile

Sebastián Piñera declarou apoio a Bolsonaro em questões econômicas.

Sebastián Piñera declarou apoio a Bolsonaro em questões econômicas.

Foto: governo da rússia/divulgação


Para o chileno, que falava sobre o cenário político, econômico e social na América Latina, os planos de abertura econômica do candidato do PSL vão colocar o Brasil na melhor direção, demonstrando apoio a Bolsonaro. Piñera adotou práticas similares na presidência de seu país entre 2010 e 2014 e tenta repetir o feito em mandato iniciado em março deste ano.

O líder da coalizão Vamos Chile afirmou em um encontro econômico realizado em Madri pelo jornal espanhol El País que "os sinais que ele está dando sobre abrir a economia brasileira, reduzir o déficit fiscal, reformar as aposentadorias e reduzir o tamanho do setor público com privatizações é o que um país como Brasil, o que um gigante, precisa", sem entrar em detalhes sobre como o plano de governo de Bolsonaro trata essas e outras questões.

Leia também:Imprensa internacional se surpreende e comenta resultado da eleição brasileira

Posteriormente, falou sobre as tensões em Venezuela e Argentina e novamente citou Jair Bolsonaro, afirmando que tem conhecimento das 'polêmicas' em que o candidato está envolvido, sobretudo de ataques a LGBTs e mulheres, e que entende as incertezas, uma vez que "ninguém conhece muito bem sua trajetória".

Apoio a Bolsonaro na Itália

Matteo Salvini, ao centro, declarou apoio a Bolsonaro

Matteo Salvini, ao centro, declarou apoio a Bolsonaro

Foto: Fabio Visconti


Acusado de racismo por grupos de direitos humanos e a igreja católica italiana, Salvini se envolve constantemente em polêmicas com a Comissão Europeia por conta de comentários a respeito da onda migratória na Europa.

Salvini foi eleito ministro do interior após discursar, durante a campanha, afirmando que expulsaria 500 mil estrangeiros clandestinos da Itália. Questionado sobre possível fomento à xenofobia, usou, no dia de aniversário do ex-líder fascista Benito Mussolini, a célebre frase dele: "Muitos inimigos, muita honra".

No passado recente, Matteo Salvini fez uma proposta, em 2009, que sugere a segregação entre italianos e estrangeiros em Milão. Segundo ele, deveria ser pensado, inclusive, assentos ou vagões reservados para milaneses em transportes públicos.

Ao lado da candidata deextrema-direita derrotada na última eleição presidencial francesa, Marine Le Pen, elogiou o resultado eleitoral de Bolsonaro e ressaltou seu apoio. Questionado sobre as polêmicas do candidato brasileiro, afirmou: "Não entendo alguns jornalistas italianos que chamam de racista-nazista-xenófobo qualquer um que defenda mais ordem e segurança para os cidadãos".

Bolsonaro reclama de ataque e rebate revista: "Vã tentativa de me desconstruir"

O discursovai ao encontro das ideias de Jair Bolsonaro na medida em que diz que as minorias devem se curvar as maiorias, assim como ambos atacam jornalistas e criticam o chamado "politicamente correto". O apoio a Bolsonaro vem em questões econômicas no Chile e morais e sociais na Itália.

Ler 26 vezes

Galeria de Imagens

Usuários Online

Temos 37366 visitantes e 4 membros online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPORTES

Geromel vê Brasileirão ficar mais difíci…

FAMOSOS

Globo comunista ou golpista? Emissora su…

MODA

Bolsa de palha é o acessório que vai dom…

SEXO

Quando preciso começar a pensar em inova…

BICHOS

Vídeo - Píton enorme cai do teto de banc…

VARIEDADES

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros q…

EDUCAÇÃO

Leveza e encantamento marcam Encontro Re…

DIVERSOS

Definidos os finalistas do campeonato de…

ESPECIAL

Governo confirma início do horário de ve…

GERAL

Divulgada pesquisa Ibope do segundo turn…

ESTADO

Novos pardais das rodovias federais do R…

POLÍCIA

Bebê de nove meses é encontrado morto no…