Terça, 09 Outubro 2018 22:34

Policial salva vida de bebê de 1 mês e 17 dias que havia se afogado

Avalie este item
(0 votos)

Foto: Jornal do Sudeste

Na sexta-feira (28), em torno das 19h, em Encruzilhada do Sul, a policial militar Fernanda Freitas estava encerrando seu expediente e se encaminhando para casa quando na rua Alfredo Jacobes François, quase esquina com Tenente Coronel Pereira, a viatura a qual estava de carona com um colega foi abordada por um casal desesperado. Assim que desceu do carro, a mulher entregou à policial um bebê de apenas 1 mês e 17 dias, com o pedido de socorro “me ajuda, ele se afogou.”

Conforme a PM, o pequeno Martin Oliveira Batista estava sem movimentos e com a respiração muito fraca, no mesmo local onde a escuridão da noite já havia tomado conta, a policial virou o bebê de bruços e realizou uma manobra nas costas, logo o levantando. Na segunda tentativa do procedimento ele reagiu para alivio de todos.

Todos se encaminharam ao Pronto Atendimento São Miguel, a policial foi no carro da família contatando com a equipe do local, enquanto eram escoltados pela viatura.

Chegando lá foram atendidos imediatamente. Mas o bebê já mostrava sinais visíveis de melhora, a mãe comenta: “quando chegamos lá, ele já estava bem faceiro mexendo com as mãozinhas e atento a tudo. Só embrabeceu quando o pai deu um forte beijo nele, pois estava emocionado.” Tatiele Cid Oliveira, de 27 anos conta que estava amamentando quando o pequeno Martin se afogou, o pai Márcio Santos Batista, 35 anos e o tio ainda tentaram desafogá-lo em casa, mas sem sucesso. Então decidiram procurar atendimento médico e encontraram a viatura no meio do caminho.

Para a família a policial Fernanda foi um anjo. “Graças a Deus esse anjo apareceu na nossa frente e nos ajudou salvando a vida do meu filho, olho pra ele e não sei o que seria de nós se algo acontecesse. O pai, ainda assustado ao sair para o trabalho, recomenda: “qualquer coisa chame a Fernanda.”

A policial ainda está emocionada pela fragilidade de Martin e pelo perigo que ele correu, mas diz que fez o seu trabalho. “Eu me sinto com sensação de dever cumprido. Foi tudo tão rápido. Foi no instinto de mãe aliado à técnica de forma automática. Foi uma responsabilidade muito grande que Deus colocou em minhas mãos e deu tudo certo.”

No atendimento, Martin passou por exames e logo foi liberado para casa, também já mama normalmente.

Jornal do Sudeste

Ler 977 vezes

Usuários Online

Temos 65509 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

GERAL

Seguro DPVAT tem redução de 71% para car…

ESPECIAL

Temporais causam estragos em pelo menos …

CIDADE

Mercadão dos Óculos inaugura loja no cen…

GERAL

Gasolina já é vendida a R$ 4,45 em cidad…

GERAL

Morre menino de 8 anos que caiu de caval…

ESPORTES

ATLEC conquista o bicampeonato da Copa N…

ESPORTES

Damião é anunciado por time japonês insp…

POLÍCIA

Operação Hot Stamp cumpre mandados em Te…

TRÂNSITO

Radar com alcance de 1,2 km e drones ser…

ESPECIAL

Chuva avança para boa parte do Estado e …

POLÍCIA

Dupla é presa após agredir casal de idos…

SEGURANÇA

Em 12 dias, 14 bandidos morrem em confro…