Terça, 09 Outubro 2018 08:53

Bolsonaro ainda não pode ir a debate ou fazer campanha, dizem médicos

Avalie este item
(0 votos)

iG São Paulo

Médicos ainda não liberaram o presidenciável a sair nas ruas em busca dos votos no segundo turno das eleições; ele perdeu 15 quilos e ainda está fraco

Com a permissão dos médicos de Bolsonaro, o candidato saiu de casa para votar no último domingo, na Vila Militar%2C no Rio

Com a permissão dos médicos de Bolsonaro, o candidato saiu de casa para votar no último domingo, na Vila Militar%2C no Rio

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil - 7.10.18

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) foi submetido, na manhã desta quarta-feira (10), a uma nova avaliação médica.

O encontro com os médicos de Bolsonaro aconteceu na casa do candidato, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

Leia também: Haddad cumpre agenda em SP; Bolsonaro faz avaliação médica para definir campanha

De acordo com o clínico cardiologista Leandro Echenique, um dos médicos de Bolsonaro,o candidato está se recuperando bem, mas ainda não está liberado clinicamente para fazer campanha pelo Brasil, a fim de angariar votos em busca de uma vitória no segundo turno das eleições. Hoje já faz 34 dias que o candidato foi esfaqueado em Juiz de Fora.

"Ele perdeu 15 quilos de massa muscular e ainda está fraco, precisa de uma dieta de recuperação proteica", afirmou o médico, segundo a TV Globo. Perguntado sobre o tempo que ainda falta para o candidato se recuperar, o cardiologista disse que, na próxima quinta-feira Bolsonaro deve ir ao hospital e, provavelmente, será liberado para recomeçar sua campanha e participar de debates.Esta foi a segunda visita feita pelos médicos em uma semana.

Para amanhã, estava agendado um debate presidencial entre Bolsonaro e o seu oponente no segundo turno, o candidato Fernando Haddad (PT), na TV Bandeirantes. Porém, se obedecer as recomendações médicas, o candidato do PSL não deve comparecer ao encontro. Sua presença ainda não foi nem confirmada e nem negada.

Leia também: Fora do debate da Globo, Bolsonaro dá entrevista para a Record

Ainda hoje, Haddad publicou em seu Twitter uma série de críticas a Bolsonaro. Em meio a elas, afirmou que o candidato do PSL precisa ir a algum debate presidencial para discutir as suas propostas para o Brasil. Disse ainda que está "disposto a ir até uma enfermaria se for preciso para debater" com Bolsonaro.

No final da semana passada, às vésperas do primeiro turno das eleições, os médicos de Bolsonaro estiveram com ele e contraindicaram a sua ida ao debate da TV Globo com os demais presidenciáveis, no dia seguinte. Na ocasião, ocandidato acatou a sugestão e não foi ao encontro, o último entre os candidatos que concorreram ao primeiro turno das eleições.

Ler 31 vezes

Galeria de Imagens

Usuários Online

Temos 38736 visitantes e 4 membros online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPORTES

Geromel vê Brasileirão ficar mais difíci…

FAMOSOS

Globo comunista ou golpista? Emissora su…

MODA

Bolsa de palha é o acessório que vai dom…

SEXO

Quando preciso começar a pensar em inova…

BICHOS

Vídeo - Píton enorme cai do teto de banc…

VARIEDADES

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros q…

EDUCAÇÃO

Leveza e encantamento marcam Encontro Re…

DIVERSOS

Definidos os finalistas do campeonato de…

ESPECIAL

Governo confirma início do horário de ve…

GERAL

Divulgada pesquisa Ibope do segundo turn…

ESTADO

Novos pardais das rodovias federais do R…

POLÍCIA

Bebê de nove meses é encontrado morto no…