Quarta, 10 Outubro 2018 21:40

Família luta há sete anos por recursos para cirurgias da pequena Isadora

Avalie este item
(0 votos)

Menina nasceu com má formação óssea e sofre com dores. Foto: Arquivo pessoal / CP

Uma luta que já dura sete anos. A notícia de que a filha nasceu com uma má formação óssea desestabilizou a dona de casa Zeli Selau que, desde 14 de abril de 2011, busca alternativas para melhorar a locomoção da pequena Isadora Selau, agora com sete anos. A mãe ficou sabendo por um especialista em alongamento ósseo do Hospital Albert Einstein que a condição de Isadora é rara e existem apenas outros três casos no Brasil: dois em São Paulo e um em Maceió. Em dois hospitais de Porto Alegre os médicos disseram que não havia o que fazer, por isso Zeli precisou viajar em busca de respostas.

A família, que reside em Torres, no litoral gaúcho, descobriu através do mesmo médico paulista que existem cirurgias que podem transformar o futuro de Isadora. "É muito triste para uma mãe ver tudo isso e saber que é possível, mas não tenho como arcar com os custos", desabafou Zeli, que precisa de auxílio financeiro para viabilizar as operações, estimadas em R$ 80 mil cada (somando procedimentos cirúrgicos e internação). O mais preocupante, conforme Zeli, é que são necessárias pelo menos quatro cirurgias, intercaladas em um intervalo de um ano, ou seja, se o tratamento iniciasse agora, terminaria somente em 2022.

"Não tenho mais emocional, tem sido muito difícil para todos nós. Ela já está ficando com problemas na coluna e reclama muito das dores nos pés e nos joelhinhos", relatou. A esperança de Zeli é que, quem tiver condições, ajude na arrecadação de recursos para viabilizar o tratamento da pequena bailarina, que caminha nas pontas dos pés. Até o momento a família arrecadou menos de R$ 5 mil e é preciso uma força tarefa para realizar o sonho de Isadora: usar sapatos e caminhar sem sentir dor. Quem tiver interesse em ajudar Isadora pode acessar o link da vaquinha online criada pela família.

Além disso, também é possível fazer doações por meio de depósito bancário na poupança da Caixa Econômica Federal, com o nome de Isadora Selau Santos da Silva. A agência é 0524, operação 013, conta 00009780-3.

Correio do Povo

Ler 959 vezes Última modificação em Quinta, 11 Outubro 2018 07:46

Usuários Online

Temos 145722 visitantes e 4 membros online

.......

{module Banner Centro da Pagina Notícias}

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

GERAL

Mais de 3 mil motoristas são multados na…

TRÂNSITO

Uso do celular ao volante é a terceira m…

ESTADO

Shopping no interior do RS oferece 2 mil…

TRÂNSITO

Caminhão tomba na BR 386 e populares aju…

CIDADE

Vagas de emprego abertas no Sine de Três…

CIDADE

Moradora faz festa para as crianças há 1…

TRÂNSITO

Veículo fica partido ao meio ao colidir …

GERAL

5ª Cavalgada da Divina Proteção às Crian…

GERAL

Grupo de amigos distribui doces para as …

JUSTIÇA

Réu do caso Bernardo tem pedido de liber…

REGIÃO

Homem é vítima de choque elétrico no Nor…

POLÍCIA

Quadrilha foge da polícia e é presa após…