Sexta, 19 Outubro 2018 16:55

Mulher é indiciada no RS por divulgação de fake news nas redes sociais

Avalie este item
(1 Votar)

Foto: Reprodução 

A Polícia Federal (PF) indiciou, na manhã desta sexta-feira, 19, em Porto Alegre, uma educadora física por crimes eleitorais ao divulgar conteúdo falso em redes sociais. Em um vídeo, a mulher afirma que urnas fraudadas foram enviadas para a região Nordeste do Brasil, a mando do governo gederal, em uma suposta fraude no atual processo eleitoral.

O caso foi encaminhado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul para a PF, que instaurou o inquérito. Com a investigação, a autora do vídeo foi identificada e indiciada por “Divulgar, na propaganda, fatos que sabe inverídicos, em relação a partidos ou candidatos e capazes de exercerem influência perante o eleitorado” e “Caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime”, artigos 324 e 325 do Código Eleitoral, com pena de três anos de detenção.

A pena ainda pode ser aumentada em um terço (Artigo 327, III), em razão da utilização de redes sociais para divulgação do conteúdo falso.

Correio do Povo

Ler 1197 vezes Última modificação em Sexta, 19 Outubro 2018 17:36

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESPORTES

Ajax frusta São Paulo e recusa proposta …

ESTADO

Médico que rifou carro para ajudar funci…

ESPORTES

Atlético de Madrid entra na briga e se a…

ESPORTES

Jornal revela intenção do Real Madrid em…

ESPORTES

Sem Ricardo Goulart, Guangzhou Evergrand…

ESPORTES

Barcelona tenta reverter desvantagem con…

ESPECIAL

Tensão aumenta e há risco de confronto n…

ESPECIAL

Prefeitura abre concurso público e proce…

ESPECIAL

Homem é socorrido após acidente de traba…

POLÍCIA

Preso escondia nove celulares, isqueiro…

INUSITADO

Agricultor colhe melancia com 30 kg no N…

GERAL

Gerente de banco se senta no chão para a…