Sexta, 09 Novembro 2018 10:00

Por que levar o cachorro no carro pode te custar bem caro?

Avalie este item
(0 votos)

Foto: Reprodução

Os animais de estimação são tratados como membros da família e acompanham os tutores para todos os cantos. Não há problema nenhum nisso, inclusive é essencial para os bichinhos se destraírem e se sentirem amados. Mas, nessas situações, geralmente, acontece um erro na hora de levar o cachorro no carro que pode custar caro para o motorista.

Sabe aquele cãozinho que adora andar com a cabeça na janela, para fora do carro? Ou aquele que só anda se for no colo do tutor? Todas essas situações de cachorro no carro não seguem o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e, se flagradas por um agente de trânsito, geram multa e pontos na carteira do motorista. O tipo de penalidade vai depender apenas do nível da infração.

De acordo com o CTB, artigo 235, transportar animais na parte externa do veículo é infração grave. A parte externa pode ser desde a caçamba de uma camionete até a cabeça para fora da janela. Para a infração são acrescidos cinco pontos à Carteira de Habilitação do condutor e cobrada multa de R$ 127,69. Além disso, o veículo pode ficar retido como medida administrativa.

Quando o cachorro está no colo (braços e pernas, ao lado esquerdo) do motorista a infração é considerada média. Soma-se quatro pontos na carteira e cobra-se R$ 85,13 de multa.

Deixar o animal solto dentro do carro, permitindo que ele transite normalmente e tire a atenção do motorista tem a pena mais branda. O artigo 169 do CTB prevê três pontos na carteira e multa de R$ 53,20.

Porém não é só dinheiro e pontos na carteira que o tutor pode perder. Em caso de acidente, a chance do cachorro que está sem proteção se machucar gravemente é alta. Outra possibilidade é do animal fugir assustado após uma batida.

Transportando o cachorro no carro de forma adequada

Atualmente o mecado pet já oferece diferentes opções para levar o cachorro de forma segura no carro. As mais utilizadas e simples de usar são o sinto de segurança e a cadeirinha.

O cinto de segurança especial para cachorro é um espécie de guia que em uma extremidade se prende na coleira do animal e na outra ao dispositivo de cinto do carro. Como mostra a imagem a seguir.

A cadeirinha é uma opção de segurança que apresenta um modelo mais robusto. O cachorrinho vai sentado dentro dela e também existe um sistema de cinto para prendê-lo e evitar que ele ande livremente pelo carro. Além disso, o banco do veículo também fica protegido.

Transportar o cachorro no carro de forma adequada protege ele, o tutor e ainda evita problemas com o Código de Trânsito Brasileiro.

Canal do Pet - iG

Ler 332 vezes

Usuário's Online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

GERAL

Mulher tenta vender filha adolescente po…

REGIÃO

Tiago Linck realiza palestra motivaciona…

ESTADO

Jovem de 15 anos morre ao ser atingido p…

POLÍCIA

Caçada continua e mais dois fugitivos sã…

TRÂNSITO

Grave acidente deixa dois mortos na ERS-…

INUSITADO

Pedreiro cadeirante desafia o preconceit…

GERAL

Gasolina cai mais R$ 0,10 e pesquisa enc…

ESPECIAL

Foragidos de presídio invadem casa e ati…

POLÍCIA

Morre menino de 10 anos esfaqueado por a…

ESPECIAL

Após confronto, PRF alerta para a presen…

REGIÃO

Reunião sela acordo de paz na Terra Indí…

ESPECIAL

CB de Três Passos está arrecadando doaçõ…