Quarta, 05 Dezembro 2018 10:25

Menino que dormia para esquecer a fome vira policial e se forma médico

Foto: Arquivo Pessoal

Numa trajetória incrível de superação, força de vontade e determinação o policial militar, Evandro Gomes Rodrigues, 37 anos, realiza no próximo sábado (08) o sonho de se tornar médico.

Filho de pedreiro, mãe doméstica, seis irmãos, pessoas simples da cidade de São Gabriel que viram as dificuldades financeiras aumentar com o falecimento do pai, vítima de AVC, quando Evandro tinha apenas oito anos de idade.

O menino que fazia 14km a pé para estudar, que dormia para esquecer a fome, que viu sua família ser despejada por mais de uma vez por não conseguirem pagar o aluguel, cresceu e conquistou uma vaga no concurso da Brigada Militar. Não só conquistou como conseguiu se classificar em primeiro lugar na turma de soldados de 2006 em Caxias do Sul.

A força de vontade do garoto pobre que se tornou policial, não parou por aí, e em 2011 ele foi aprovado em medicina na Universidade Federal do Rio Grande – FURG, conquistando 22º lugar das 70 vagas oferecidas pela instituição. Começava aí uma nova luta para realizar o sonho de se tornar médico. Com estudar praticamente em tempo integral? Como conseguir transferência para a cidade de Rio Grande?

Diante da impossibilidade de transferência, o soldado afirmou ao seu comando “… eu viro mendigo em Rio Grande, mas realizarei o sonho de me tornar médico, se não tem transferência pedirei meu desligamento da corporação…” comovido com a determinação do PM, o Comando se mobilizou e conseguiu a transferência.

Contando com o apoio e a compreensão de todos os colegas e cumprindo sua carga horária na BM, durante as madrugadas para conseguir frequentar a universidade que exigia praticamente presença em três turnos, foi assim, com muitas noites sem dormir, que o soldado viveu seus últimos sete anos, e a recompensa de todo o esforço será comemorada junto com aquela que lhe deu a vida, e que mesmo em meio as dificuldade lhe incentivava a estudar, dizendo que só o estudo poderia mudar a sua vida. Aos 64 anos, Maria Genair Menezes Gomes com a saúde bastante debilitada acompanhará a grande conquista do filho.

Emocionado, o soldado desabafou “Tanta gente me ajudou até aqui, eu não estou chegando sozinho”

Jackson Cardoso – CRPO/Serra

Ler 932 vezes

Usuários do Dia

Temos 17945 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CIDADE

Hospitais de Caridade de Três Passos ter…

REGIÃO

Expo Agro Cotricampo inicia nesta quinta…

ESPECIAL

Detentos jurados de morte são transferid…

POLÍCIA

Homem é preso por contrabando de cigarro…

POLÍCIA

Jovem é apreendido por tráfico de drogas…

JUSTIÇA

Relação de eleitores faltosos aos três ú…

SEXO

Orgasmo pode ser atingido mais facilment…

ESPECIAL

Homem que se afogou em açude segue inter…

ESPECIAL

Homem procurado da Justiça é preso na ci…

POLÍCIA

Jovem desaparecido é localizado às marge…

INUSITADO

Veículo invade estabelecimento comercial…

MUNDO

Casal de velhinhos comete suicídio para …