Terça, 08 Janeiro 2019 07:35

Ex-ministro israelense acusado de espionar para Irã deve pegar 11 anos de prisão

Avalie este item
(0 votos)

Gonen Segev é acusado de entregar ao Irã informações sobre pontos dos serviços secretos israelenses, a segurança e os recursos energéticos em Israel. Ex-ministro israelense Gonen Segev, acusado de espionar para o Irã, é visto em corte de Jerusalém em julho de 2018 Ronen Zvulun/ Pool/ AFP Acusado de espionar para o Irã, país inimigo de Israel, o ex-ministro israelense Gonen Segev se declarou culpado, nesta quarta-feira (9), e deve ser condenado a 11 anos de prisão - anunciou o Ministério da Justiça em um comunicado. Defesa e acusação chegaram a um acordo para que Segev, ministro de Energia e Infraestrutura entre 1995 e 1996, seja condenado a 11 anos de prisão por "espionagem grave" e por "transferência de informações para o inimigo".
O acordo será apresentado em fevereiro a um tribunal para que possa ser aprovado. Segundo a ata de acusação, cuja parte não censurada foi publicada no início do julgamento de Gonen Segev em julho, o ex-ministro teria entregue ao Irã informações sobre os lugares onde há pontos dos serviços secretos israelenses, assim como nomes de autoridades. Isso aconteceu desde 2012, quando morava na Nigéria. Segev foi detido em maio no aeroporto Ben Gurion, perto de Tel Aviv, pela Segurança Interna (Shin Beth), mas sua prisão foi anunciada apenas em 18 de junho. O agora ex-ministro teria se reunido várias vezes com seus contatos iranianos, em diferentes países, e lhes teria transmitido informações sobre a segurança e sobre os recursos energéticos em Israel, acrescentou o Shin Beth. Este médico eleito deputado em 1992 em uma lista da extrema direita deixou seu partido e votou a favor dos acordos de Oslo II em outubro de 1995. Depois, foi nomeado ministro de Energia e Infraestrutura. Em 2003, foi condenado a um ano de prisão com sursis por tentativa de fraude. Um ano depois, foi condenado a cinco anos de prisão por tráfico de ecstasy.
Ler 41 vezes

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESTADO

Médico que rifou carro para ajudar funci…

ESPECIAL

Tensão aumenta e há risco de confronto n…

ESPECIAL

Prefeitura abre concurso público e proce…

ESPECIAL

Homem é socorrido após acidente de traba…

POLÍCIA

Preso escondia nove celulares, isqueiro…

INUSITADO

Agricultor colhe melancia com 30 kg no N…

GERAL

Gerente de banco se senta no chão para a…

TRÂNSITO

Funcionária de universidade morre em aci…

TRÂNSITO

Motorista de ônibus fica preso às ferrag…

POLÍCIA

Polícia Civil encontra corpo de caminhon…

GERAL

Vídeo - Casal agride catador no centro d…

SEGURANÇA

PRF amplia fiscalização com o uso de dro…