Quinta, 10 Janeiro 2019 18:59

Em 72h, cidade registra 375 mm de chuva no Rio Gande do Sul

Avalie este item
(1 Votar)

Foto: Prefeitura de Alegrete / Divulgação / CPA

A forte chuva que atinge a Fronteira Oeste e Região da Campanha, causa alagamentos, destelhamentos e já deixou mais de cem famílias desabrigadas em Alegrete, conforme a Secretaria municipal da Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania. Os desalojados estão ocupando abrigos disponibilizados por escolas do município. Na quarta-feira a cidade decretou situação de emergência e registrou 220 mm de precipitação; nas últimas 72h, são 375 mm, de acordo com a MetSul Meteorologia. A média histórica para o mês é de 114,9 mm.

A Defesa Civil, disponibilizada pelo governador Eduardo Leite na tarde dessa quarta, está realizando trabalho de prevenção, em Alegrete, solicitando que as famílias não esperem a água chegar nas casas para solicitar ajuda. Nesta quinta, as remoções para os abrigos foram inciadas às 7h30min e seguem até as 20h30min. Os serviços de saúde do município operam com cerca de 30% da capacidade. A UPA está interditada e os atendimentos são realizados no ambulatório da Santa Casa.

No interior da cidade, o aterro da ponte do Cerro do Dinheiro, caiu, mas foi consertado no final da tarde quarta. Localizada no Caverá, a cerca de 30 km da cidade, é importante ligação da cidade com aquela região. Segundo a última atualização da Defesa Civil, o rio Ibirapuitã está 11m 60cm acima do nível normal e superou cota de transbordamento. A ponte Borges de Medeiros está sendo monitorada para analisar a necessidade de interdição.

Um trabalhador rural de 43 anos morreu quando uma árvore tombou sobre a sua residência, que era uma “moradia volante”, enquanto ele dormia. No entorno, casas foram destelhadas.

Energia

Na manhã desta quinta-feira, 19,5 mil clientes seguem sem energia elétrica na área de concessão da RGE. A maior parte dos consumidores é da Fronteira Oeste, nos municípios de Uruguaiana, Santiago e Alegrete. Conforme a empesa, as equipes estão mobilizadas para recompor a rede elétrica e restabelecer a energia no menor tempo possível, mas algumas ocorrências estão em áreas de difícil acesso, principalmente na zona rural.

Correio do Povo

Ler 1084 vezes

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESTADO

Médico que rifou carro para ajudar funci…

ESPECIAL

Tensão aumenta e há risco de confronto n…

ESPECIAL

Prefeitura abre concurso público e proce…

ESPECIAL

Homem é socorrido após acidente de traba…

POLÍCIA

Preso escondia nove celulares, isqueiro…

INUSITADO

Agricultor colhe melancia com 30 kg no N…

GERAL

Gerente de banco se senta no chão para a…

TRÂNSITO

Funcionária de universidade morre em aci…

TRÂNSITO

Motorista de ônibus fica preso às ferrag…

POLÍCIA

Polícia Civil encontra corpo de caminhon…

GERAL

Vídeo - Casal agride catador no centro d…

SEGURANÇA

PRF amplia fiscalização com o uso de dro…