Quinta, 11 Abril 2019 19:55

Família lança rifa para auxiliar no tratamento de garotinho com doença rara

Avalie este item
(0 votos)

Foto: Reprodução

Uma família crissiumalense lançou nos últimos dias uma rifa para auxiliar no tratamento de um garotinho de apenas dois anos e sofre de uma rara doença.

Davi Miguel Conrad de Borba, é filho de Gilmar de Borba e Dirce Marines Conrad, tem 02 anos e um mês, foi diagnosticado com Candidíase Muco Cutânea Crônica. O tratamento é realizado em Santa Maria, para onde precisa se deslocar de duas a três vezes por mês, sendo levado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Com 07 dias Davi foi internado no Hospital em Três Passos, onde fez todos os exames porque estava com as unhas amarelas, permaneceu internado por cinco dias, quando foi encaminhado pra UTI em Santa Maria, onde passou vários dias internado. Lá foi diagnosticado com rara doença que se manifestou no garotinho, na boca, nas unhas e nos pés.

A referida rifa tem o objetivo de arrecadar dinheiro para a compra do medicamento que ele precisa, para iniciar o tratamento. O Voriconazol 200mg, o qual cada caixa com 14 comprimidos custa R$ 2.290,00. Ele precisa tomar 01 comprimido por dia.

A rifa com 20 prêmios tem cada número vendido ao valor de R$ 3,00 e o sorteio será realizado no dia 09 de agosto de 2019.

Quem quiser colaborar poderá depositar qualquer valor na conta:

Sicredi: Banco 748, Agência 0306, Conta 081935, Nome: Davi Miguel Conrad de Borba. Ou ainda entrar em contato no fone (55)99655-1735.

A mãe de Davi, Dirce procurou o Guia Crissiumal pedindo ajuda para divulgação, uma vez que a Secretaria Municipal de Saúde tem ajudado de todas as formas, mas não tem meios legais de comprar o medicamento necessário para o tratamento.

A candidíase muco cutânea crônica é uma doença de imunodeficiência hereditária, é uma infecção persistente ou recorrente com Candida (um fungo) devido ao mau funcionamento das células T (linfócitos). A doença frequentemente causa infecções fúngicas crônicas na boca, couro cabeludo, pele e unhas. Para diagnosticar a doença, os médicos examinam uma amostra da área infectada sob o microscópio e fazem exames de sangue para verificar a presença de mutações responsáveis. Em geral, antifúngicos controlam a infecção, mas precisam ser usados por longos períodos de tempo. A doença pode estar relacionada a uma mutação em genes específicos. Dependendo do gene que tiver a mutação, uma ou duas mutações (uma de cada progenitor) podem ser necessárias para causar a doença.

Guia Crissiumal

Ler 1324 vezes
Dra Carin Bogado Petry

Usuários do Dia

Temos 4955 visitantes e Nenhum membro online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

INUSITADO

Mulher flagra marido com amiga na cama e…

ESPECIAL

Veículo sai da pista e deixa três ferido…

REGIÃO

Quatro grandes feiras prometem atrair gr…

SEGURANÇA

PRF faz operação especial nas rodovias p…

TRÂNSITO

Grave acidente deixa feridos na BR-285, …

SEGURANÇA

Mulher procurada da Justiça é presa em S…

TEMPO

Feriadão começa com sol e termina com te…

ESPECIAL

Três homens são presos por tráfico inter…

ESPECIAL

Flagrante de crime ambiental no rio Urug…

DICAS

Já garantiu o seu peixe para a Semana Sa…

REGIÃO

Municípios se unem para construção de po…

SEGURANÇA

Homem acusado de estuprar criança de 10 …