Terça, 15 Maio 2018 14:15

Maior traficante de armas do Brasil se declara culpado nos Estados Unidos

Avalie este item
(0 votos)

iG São Paulo

Frederik Barbiere, apontando como maior traficante de armas do Brasil, decidiu colaborar com a Justiça dos EUA em troca de redução de pena; “senhor das armas”, ele está preso em Miami desde fevereiro

Frederik Barbieri, um dos maiores traficantes de armas do Brasil

Frederik Barbieri, um dos maiores traficantes de armas do Brasil

Foto: Divulgação/Policia Civil-RJ

Frederik Barbieri, apontado por investigadores como o maior traficante de armas do Brasil, declarou-se culpado perante a Justiça dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (16), por exportação ilegal de armas de fogo, acessórios e munições do estado americano da Flórida para o Rio de Janeiro.

As informações são do Serviço de Imigração e Controle de Aduana norte-americano.

Leia também:‘Terá mais policiamento’, diz porta-voz sobre nova fase da intervenção no Rio

A Justiça dos EUA deve definir em 19 de julho a sentença de Barbieri. Especialistas que acompanham o caso avaliam que a pena pode chegar a 25 anos de prisão.

Barbieri foi preso em fevereiro deste ano em Miami. Ele é acusado, entre outros crimes, do envio fuzis e rifles para o Brasil. Ele também responde pelos crimes de formação de quadrilha, com o objetivo de cometer crimes contra os Estados Unidos, e de exportação de artigos de defesa sem licença.

Conhecido como “senhor das armas”, Barbiere uniu-se a outros suspeitos para obter armamentos com números de série apagados e enviar remessas com essas armas para serviços de entrega internacionais sem notificar que tratavam-se de artigos de defesa.

Os investigadores afirmam que ele e os demais envolvidos não tinham licença do Departamento de Estado norte-americano para exportar esse tipo de item.

Leia também:Motociclista filma momento em que é assaltado e baleado no Rio de Janeiro

Armas escondidas em motores e ar-condicionado

A polícia brasileira interceptou no Rio de Janeiro pacotes enviados por Barbieri que continham 30 fuzis e revistas sobre armas, todos escondidos em quatro aquecedores de água.

De maio de 2013 a maio de 2017, o “senhor das armas” enviou ao Brasil outros 120 aquecedores de água, assim como 520 motores elétricos e 15 aparelhos de ar-condicionado usando o mesmo serviço de entrega.

A Justiça norte-americana entende que os itens podem ter sido usados para exportar armas ilegalmente.

Em fevereiro deste ano, agentes norte-americanos encontraram 52 rifles em um depósito alugado por Barbieri em Vero Beach, na Flórida, dos quais 49 foram embalados para ser transportados e tiveram os números de série apagados.

Além dos rifles, foram encontrados revistas sobre armas, munição e material para embalagem. Após a descoberta, em fevereiro, Barbieri foi preso.

* Com informações da Agência Brasil

Leia também:Investigado no caso Marielle Franco irá para prisão de segurança máxima

Ler 215 vezes

Usuários do Dia

Temos 3375 visitantes e Nenhum membro online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

POLÍCIA

Foragido preso é encaminhado ao Presídio…

ESTADO

TJ-RS reconhece direito a danos morais p…

MUNDO

Mulher morre após cinco horas de sexo se…

ESPECIAL

Alunos da UERGS Três Passos realizam tro…

POLÍCIA

Foragido da Justiça de Novo Hamburgo é p…

ESPECIAL

Polícia Civil do Rio Grande do Sul faz a…

POLÍCIA

Aluna ameaça realizar massacre em escola…

POLÍCIA

Ex-presidente Michel Temer é preso pela …

MUNDO

Por ciúmes do marido, mãe mata filha rec…

GERAL

Agricultores podem perder propriedades p…

CURIOSIDADES

Americano usa manequins para mandar reca…

ESTADO

Gasolina sobe novamente e pesquisa já en…