Terça, 15 Maio 2018 14:15

Maior traficante de armas do Brasil se declara culpado nos Estados Unidos

Avalie este item
(0 votos)

iG São Paulo

Frederik Barbiere, apontando como maior traficante de armas do Brasil, decidiu colaborar com a Justiça dos EUA em troca de redução de pena; “senhor das armas”, ele está preso em Miami desde fevereiro

Frederik Barbieri, um dos maiores traficantes de armas do Brasil

Frederik Barbieri, um dos maiores traficantes de armas do Brasil

Foto: Divulgação/Policia Civil-RJ

Frederik Barbieri, apontado por investigadores como o maior traficante de armas do Brasil, declarou-se culpado perante a Justiça dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (16), por exportação ilegal de armas de fogo, acessórios e munições do estado americano da Flórida para o Rio de Janeiro.

As informações são do Serviço de Imigração e Controle de Aduana norte-americano.

Leia também:‘Terá mais policiamento’, diz porta-voz sobre nova fase da intervenção no Rio

A Justiça dos EUA deve definir em 19 de julho a sentença de Barbieri. Especialistas que acompanham o caso avaliam que a pena pode chegar a 25 anos de prisão.

Barbieri foi preso em fevereiro deste ano em Miami. Ele é acusado, entre outros crimes, do envio fuzis e rifles para o Brasil. Ele também responde pelos crimes de formação de quadrilha, com o objetivo de cometer crimes contra os Estados Unidos, e de exportação de artigos de defesa sem licença.

Conhecido como “senhor das armas”, Barbiere uniu-se a outros suspeitos para obter armamentos com números de série apagados e enviar remessas com essas armas para serviços de entrega internacionais sem notificar que tratavam-se de artigos de defesa.

Os investigadores afirmam que ele e os demais envolvidos não tinham licença do Departamento de Estado norte-americano para exportar esse tipo de item.

Leia também:Motociclista filma momento em que é assaltado e baleado no Rio de Janeiro

Armas escondidas em motores e ar-condicionado

A polícia brasileira interceptou no Rio de Janeiro pacotes enviados por Barbieri que continham 30 fuzis e revistas sobre armas, todos escondidos em quatro aquecedores de água.

De maio de 2013 a maio de 2017, o “senhor das armas” enviou ao Brasil outros 120 aquecedores de água, assim como 520 motores elétricos e 15 aparelhos de ar-condicionado usando o mesmo serviço de entrega.

A Justiça norte-americana entende que os itens podem ter sido usados para exportar armas ilegalmente.

Em fevereiro deste ano, agentes norte-americanos encontraram 52 rifles em um depósito alugado por Barbieri em Vero Beach, na Flórida, dos quais 49 foram embalados para ser transportados e tiveram os números de série apagados.

Além dos rifles, foram encontrados revistas sobre armas, munição e material para embalagem. Após a descoberta, em fevereiro, Barbieri foi preso.

* Com informações da Agência Brasil

Leia também:Investigado no caso Marielle Franco irá para prisão de segurança máxima

Ler 81 vezes

Usuários Online

Temos 1866 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Astor Mallmann – Representante Telha Cer…

Colchões Ortobom

Atacadão do Hortifruti

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

Feijoada da APAE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

POLÍCIA

Transexual é morta a pauladas por jogado…

MUNDO

Vídeo mostra padre dando tapa na cara de…

DIVERSOS

Consulta Popular 2018/2019 em Tiradentes…

INUSITADO

Família com 6 dedos nas mãos e nos pés t…

ESPECIAL

Empresa de Três Passos oferece três vaga…

MUNDO

Antes de morrer, mãe ensina genro a lida…

INUSITADO

Pica-pau fura caixa de fibra ótica e dei…

ESPECIAL

Mulher é presa por tráfico de drogas no …

GERAL

Órgãos públicos terão horário diferencia…

EDUCAÇÃO

Olimpíadas Escolares são realizadas em T…

CIDADE

Alunos do Curso de Agronomia da UERGS Tr…

POLÍCIA

Administrador de academia é preso pela P…

...