Foto: Reprodução

Um prisioneiro de 29 anos acordou na mesa da autópsia mesmo após ter sido declarado morto por três médicos. Gonzalo Montoya estava na Penitenciária Central de Astúrias, em Astúrias, Espanha, e foi dado como falecido no domingo. Os especialistas viram a ausência dos sinais vitais e o corpo foi colocado em um saco.

Horas depois, quando estava pronto para passar pela autópsia, os médicos legistas ouviram um barulho, parecido com um ronco, e descobriram que o rapaz estava vivo. Logo depois de constatada a não morte do preso, ele foi enviado para o Hospital Universitário Central da cidade, como informa o canal de televisão Telecinco.

Segundo os médicos, Gonzalo foi diagnosticado com catalepsia, quando se perde a consciência e as sensações. Segundo fontes no hospital, após acordar, ele perguntou pela esposa. O preso continua internado.

 

Metrópoles

Publicado em MUNDO

Usuários Online

Temos 19627 visitantes e Nenhum membro online

.......

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESTADO

Agricultor morre após tombamento de trat…

SEGURANÇA

Identificados os cinco assaltantes morto…

POLÍCIA

Ordem judicial é cumprida em Três Passos…

ESPECIAL

Moradora de Crissiumal cai no golpe do b…

GERAL

Oito concursos estão com inscrições aber…

ESPORTES

River Plate encara o Al Ain pela semifin…

ESPORTES

Leicester recebe Manchester City pelas q…

ESPORTES

Espérance e Chivas disputam quinto lugar…

ESPORTES

Tradição, reencontros e tabus: curiosida…

ESTADO

Placa padrão Mercosul entra em vigor no …

ESPORTES

Tite se arrepende de ter feito comerciai…

ESPECIAL

Mulher encontrada morta em carro pode te…