Foto: Reprodução

Enquanto brincava no parque de uma escola perto da cidade de Laurieton, Nova Gales do Sul, na Austrália, uma criança encontrou 12 ovos enterrados em um banco de areia.

Sem saber do que se tratava, ela alertou os funcionários da escola, que imediatamente entraram em contato com o FAWNA NSW, um grupo de proteção animal. Estes identificaram os ovos como pertencentes a cobra marrom oriental (Pseudonaja textilis), uma das mais venenosas do país, segundo informações da Business Insider.

Três dias depois, quando os voluntários da FAWNA ainda exploravam o banco de areia, eles descobriram sete ninhos, com um total de 43 ovos.

Embora as cobras marrons bebês não sejam tão perigosas quanto as adultas, segundo Yvette Attleir, membro do FAWNA, se uma criança tivesse sido picada ela teria que ser hospitalizada imediatamente.

O caso foi reportado na página oficial da organização no Facebook, com muitos usuários sugerindo se tratar de ovos de dragão d’água.

“Eu acreditei que eram ovos de cobra marrom devido ao fato de que eles foram encontrados na área em questão e, quando olhei através do ovo, vi uma pequena cobra bebê listrada“, disse, Rod Miller, outro membro da FAWNA.

Em entrevista ao The Guardian, um especialista répteis confirmou que os ovos eram mesmo de cobra, embora não fosse capaz de confirmar a espécie.

Segundo Attleir, é possível que os ovos estivessem na segunda semana de incubação. Ainda, ela assegurou que a região estava livre de uma infestação de cobras, acrescentando que os ninhos poderiam ser de um único espécime.

Os ovos foram removidos com segurança para um local que não especificado pela organização. Mais tarde, em uma publicação no Facebook, foi informado que todas as cobras, exceto a de um dos ovos, haviam nascido.

 

Science Alert

Publicado em INUSITADO

Foto: Divulgação

Autoridades estaduais e federais vinculadas a órgãos de meio ambiente se reuniram na tarde de terça-feira, 2 para discutir medidas e precauções a serem adotadas após a morte de Guilherme da Silva Andrade, de 12 anos, cujo corpo foi encontrado no primeiro dia de 2018 no rio Teixeira, em Ipiranga do Sul, no norte do Estado. As informações são do site Gaúcha ZH.

A agenda entre representantes do Ibama, do Comando Ambiental da Brigada Militar (CABM) e da Fundação Zoobotânica foi motivada pelos relatos de familiares que dizem terem visto uma cobra de grande porte atacar Guilherme, supostamente se enrolando no corpo do adolescente e o puxando para dentro do rio.

O laudo do Instituto-Geral de Perícias (IGP), divulgado na terça, indicou o afogamento como a única causa da morte. Não foram detectadas pelo médico-legista marcas de mordidas de répteis, e os ossos não estavam fraturados.

A Patrulha Ambiental da BM (Patram) está no Rio Teixeira fazendo buscas e entrevistando pessoas que afirmam ter visto a cobra, como Nedomir Sal, tio da vítima, que chegou a descrever as características da cabeça do animal. “Vamos permanecer com equipes na região pelo menos até quinta-feira para fazer buscas a répteis de grande porte”, informou o coronel Vitor Hugo Cordeiro Konarzewski, comandante do CABM.

Até o final desta semana, os órgãos ambientais deverão ter novo encontro para analisar as informações recolhidas e estudar a necessidade de tomar novas iniciativas. Os primeiros relatos que surgiram foram de que o menino teria sofrido fraturas múltiplas pela ação da cobra, que teria se enrolado nele antes de puxá-lo ao manancial. O laudo pericial, contudo, indicou que as lesões não aconteceram.

Publicado em ESPECIAL

Familiares afirmam que menino foi atacado por cobra. Foto/Vídeo: AUOnline/Reprodução/TP News

A morte do menino Guilherme da Silva, de 12 anos, que morreu na localidade de Linha Butiá Grande, em Ipiranga do Sul, no Norte do RS, ocorreu por afogamento, segundo o Instituto Geral de Perícias (IGP) que divulgou a causa da morte na tarde desta terça-feira, 2, em Passo Fundo. As informações são da Gaúcha ZH.

A família do menino afirma que ele foi atacado por uma cobra gigante, no entanto o laudo do IGP aponta que ele morreu por afogamento. Conforme o resultado do exame, foram encontrados sinais internos de asfixia, além de sinais específicos de afogamento, o que dá elementos para afirmar que a morte foi devido à asfixia mecânica por afogamento. Segundo o IGP, os membros não apresentavam fraturas. Foi coletado um fragmento de pulmão para pesquisa de plâncton, exame confirmatório de afogamento.

O Corpo de Bombeiros emitiu um alerta orientando que seja evitada a área onde aconteceu o acidente.  A corporação realiza buscas pela cobra que os familiares afirmam ter atacado o menino. A orientação é não transitar no local próximo ao rio.

Necropsia do IML

A necropsia realizada, na tarde de segunda-feira (1), no corpo do menino Guilherme da Silva, 12 anos, confirmou que ele foi morto por um ataque de cobra. No exame, ficou comprovado que vários ossos foram quebrados por uma pressão mecânica muito forte, inclusive um braço e costelas, o que não ocorre em um simples afogamento em riacho. O menino também ingeriu muita água, segundo a Rádio Uirapuru.

Publicado em REGIÃO

Necropsia confirmou que cobra atacou a criança. Foto: AU Online/Divulgação

O corpo do menino Guilherme da Silva, de 12 anos, morador de Passos Fundo, que desapareceu na tarde de domingo, 31, enquanto se banhava no rio Teixeira, em Ipiranga do Sul, no Norte do RS, foi localizado no final da manhã desta segunda-feira, 1. As informações são da Rádio Uirapuru.

O menino e o irmão, de 15 anos, foram puxados de forma rápida para uma parte mais funda. Um adulto resgatou o mais velho, mas Guilherme foi levado por uma cobra, que se enrolou na perna do menino rapidamente, segundo três testemunhas.

O Corpo de Bombeiros de Getúlio Vargas e de Passo Fundo iniciaram as buscas no domingo, mas o menino não foi localizado. Na manhã desta segunda, vizinhos e parentes organizaram uma grande equipe de buscas por todo o rio e acabaram localizando o corpo.

Necropsia confirma que menino foi morto por ataque de cobra

A necropsia realizada pelo IML, de tarde, segundo a Rádio Uirapuru, no corpo do menino, confirmou que ele foi morto por um ataque de cobra em Ipiranga do Sul. No exame, ficou comprovado que vários ossos foram quebrados por uma pressão mecânica muito forte, inclusive um braço e costelas, o que não ocorre em um simples afogamento em riacho.

Moradores do local garantem que existem no mínimo quatro cobras gigantes, que já foram avistadas na área e que com frequência comem os animais domésticos. As cobras se procriaram na região depois que um morador das proximidades trouxe várias delas do Mato Grosso e largou em um açude, que se rompeu depois, durante uma enchente.

O QUE DIZ O LAUDO OFICIAL DO IGP

http://www.trespassosnews.com.br/mais-lidas/item/19531-morte-de-menino-em-rio-no-rs-foi-por-afogamento-conclui-igp

 

*Atualizada às 17h40 de terça-feira, 2.

 
Publicado em ESPECIAL

Foto: Ilustração

Um menino de 12 anos está desaparecido desde o final da tarde de domingo, 31, após entrar em um rio na cidade de Ipiranga do Sul e ser atacado por uma cobra, conforme testemunhas.

O menino se banhava com o irmão, de 15 anos, quando os dois foram arrastados na água rapidamente. O irmão de 15 anos foi resgatado por um adulto, mas o mais jovem acabou desaparecendo nas águas.

Ele foi identificado como Guilherme da Silva, 12 anos, morador de Passo Fundo e que estava na cidade para confraternização com parentes, junto com sua família.

Há relatos de três testemunhas que afirmam ter visto uma cobra enrolada na perna do menino, provavelmente uma sucuri. As testemunhas afirmaram que a cobra era de grande porte e se enrolou rapidamente, puxando o menino para o fundo do rio.

Bombeiros de Getúlio Vargas tentaram localizar o menino, sem sucesso. Na manhã desta segunda-feira, 1, Bombeiros de Passo Fundo e policiais do Batalhão Ambiental devem ajudar nas buscas.

 

Rádio Uirapuru

Publicado em REGIÃO

Foto: Reprodução

 

O vídeo mostra uma píton procurando carinho de seu dono, tapando a cabeça como um sinal de amor e cuidado.

Hoje em dia, muitas espécies de píton se tornaram populares como animais de estimação, pois são bonitas, tem um caráter amável e são fáceis de cuidar.

 

Sputniknews

Publicado em BICHOS

Foto: Reprodução

 

Uma cobra da espécie python foi capturada por operários de um viaduto na Malásia. Estimativas iniciais apontaram que o animal tem aproximadamente oito metros de comprimento e seria a maior cobra já encontrada no planeta. As informações são do jornal inglês The Telegraph.

Atualmente, o Guiness Book registra que a maior cobra do mundo foi encontrada nos Estados Unidos, com um comprimento de mais de 7 metros e meio.

Além de maior, a python da Malásia também pesa mais que a recordista norte-americana. A atual campeã pesa 158 quilos, enquanto a nova concorrente ao título pesa 250 quilos.

A python reticulatus normalmente tem 3,5m de comprimento e 32 quilos. Elas costumam aparecer no sudeste asiático e não têm veneno.

 

Terra

Publicado em BICHOS

Foto: Reprodução

Há mais de 30 anos, Steve Ludwin extrai veneno de cobras e injeta em si mesmo; cientistas na Dinamarca estão estudando seus anticorpos para desenvolver soro antiofídico potente.

Steve Ludwin, de 51 anos, extrai e injeta em si mesmo veneno de cobras. Ele faz isso há mais de 30 anos, e garante que sua imunidade é impecável.

“Percebi que não estava mais ficando doente. Vou completar 14 ou 15 anos sem pegar um resfriado ou uma gripe”, diz.

Cuidadosamente, ele segura serpentes pela cabeça para extrair o veneno usando um pote coberto por um plástico. Em seguida, usa uma seringa para coletar a substância.

Ludwin lida com as mais perigosas cobras do mundo - e sabe dos riscos que corre.

“É extremamente perigoso mexer com isso, obviamente, mas eu aprendi com meus erros e desenvolvi uma técnica muito boa agora”, afirma.

Ele admite que já teve muitos problemas com esse hábito pouco usual - quase morreu, por exemplo.

"Fui parar na UTI uma vez, há uns três anos. Os médicos me disseram que eu ia morrer, ou que eles teriam que amputar meu braço porque estava muito inchado e ficando preto”, conta.

Mas Ludwin quer desenvolver um soro antiofídico que seja seguro e barato para ajudar a salvar vidas.

Para isso, cientistas na Dinamarca estão estudando seus anticorpos.

O soro antiofídico é produzido a partir do veneno retirado da própria cobra e da hiperimunização de animais, normalmente cavalos.

Ele é usado como antídoto quando uma pessoa é picada por uma cobra - a substância neutraliza o veneno no sangue e nos tecidos dessa vítima.

Existem diferentes tipos de soros, pois eles dependem do veneno de serpentes distintas.

Por isso, em caso de picada, é importante saber descrever em detalhes o tipo de cobra.

No Brasil, existe um antídoto polivalente, fabricado a partir do veneno de jararaca e cascavel, para quando não se sabe exatamente qual espécie atacou.

 

Bem Estar

Publicado em MUNDO

Foto: Reprodução

Na província de Sukothai, Tailândia, a tentativa de capturar uma cobra de 6,5 metros acabou em morte. Sawan Tabklai, 55 anos, até conseguiu colocar o réptil dentro de um grande jarro de vidro, mas o animal começou a ficar extremamente agitado e escapou do recipiente.

Logo depois, a cobra foi em direção a Sawan e o mordeu no braço. Com o homem no chão, o réptil seguiu para o pescoço, estrangulando-o até a morte. A irmã dele tentou ajudar, mas o animal era muito forte e ela não conseguiu fazer nada para detê-lo.

A mulher, então, chamou a emergência. Os responsáveis capturaram a cobra e a colocaram em um saco plástico. “Acreditamos que a combinação do instinto selvagem do animal e a fome fez com que ele atacasse”, disse um dos responsáveis pela captura do réptil.

 

Metrópoles

Publicado em BICHOS

Foto: Reprodução

Nala, que foi resgatada e adotada pela família, não hesitou em arriscar a sua vida para proteger o seu irmão humano e se jogou na frente da cobra.

Cachorros são animais que não param de nos surpreender quando se trata de salvar a sua família de qualquer risco que os peludos possam perceber que seus humanos estão correndo. Mesmo que isso signifique arriscar a sua própria vida.

A cadelinha Nala, uma Boxer, é mais um dos cães que colocou a sua vida em risco para proteger seus tutores. E mais uma vez, o que estava ameaçando os humanos era uma cobra, e das bem venenosas.

Durante um passeio normal com sua família, a cadela Nala começou a apresentar um comportamento diferente e de repente saltou na frente de Cole Lewis, seu irmãozinho humano.

A tutora da cadela e mãe do menino quase não percebeu o animal que apareceu pelo caminho da família, mas Nala rapidamente se jogou na frente de uma cobra quando viu que ela estava prestes a atacar Cole, que tem dez nos de idade.

Apesar de acabar sendo picada, a cadela se manteve firme até ter a certeza de que seus familiares estavam seguros e a salvo. De acordo com a família, Nala, que foi adotada após ser resgatada, não chegou a reclamar de dor até eles estarem longe da cobra.

Todos voltaram imediatamente para casa, onde estava o padrasto de Cole. A mãe e o menino informaram sobre a cobra e descreveram o animal para o homem, que logo percebeu se tratar de um bicho venenoso e rapidamente levou Nala para receber atendimento médico.

A família conseguiu ser rápida o suficiente e Nala recebeu todos os cuidados necessários após levar uma picada de cobra venenosa a tempo de conseguir sobreviver e se recuperar.

“Nós a resgatamos e ela nos salvou”, disse o padrasto de Cole sobre Nala.

 

Life Daily

Publicado em BICHOS
Página 1 de 2

Usuários Online

Temos 648 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Atacadão do Hortifruti

Green House

VIVO em Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se ou troca-se casa em Ijuí

JYM Studio

9 MILHÕES DE ACESSOS EM 2017

Leitor Repórter

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

POLÍCIA

Ladrões atiram em residência e furtam em…

JUSTIÇA

Multa e cadeia para quem instala e para …

ESPECIAL

“Situação triste”, diz morador sobre cri…

GERAL

Homem destrói moto que seria guinchada n…

POLÍCIA

Casal é amarrado e agricultor agredido e…

ESPECIAL

Lombadas coíbem excesso de velocidade na…

ESPECIAL

Chuva diminui e aumenta a nebulosidade n…

INUSITADO

Fotógrafa exagera no photoshop e álbum d…

TRÂNSITO

Motorista perde a vida em acidente com c…

REGIÃO

Prefeitura de Crissiumal lança Seleção P…

ESTADO

Mega Sena sai para duas apostas na mesma…

REGIÃO

Três prefeituras oferecem vagas de estág…