Foto: Ilustração

A Sala de Situação da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) emitiu aviso para riscos de temporais no Estado nesta quinta-feira (18). De acordo com o boletim meteorológico, a baixa pressão atmosférica pode provocar pancadas fortes com alagamentos. Conforme o meteorologista da Sala de Situação Fernando Lopes, há riscos de rajadas fortes de vento e granizo. As principais regiões afetadas são sul e leste do RS, incluindo a Região Metropolitana, o Litoral e a Serra.

"As chuvas podem intensificar desde a região de Jaguarão, na fronteira com o Uruguai, até a Região Metropolitana, Serra e arredores. Pode chover forte também no centro-leste, no leste da campanha e em algumas áreas do setor norte do Estado", ressalta Lopes. Segundo ele, na sexta-feira o tempo seca, mas ainda pode chover no litoral norte. Para o final de semana, a previsão também é de tempo seco na maior parte do Estado, com pancadas isoladas na região norte do RS.

 

Sema RS

Publicado em DIVERSOS

Foto: Ilustração

A Polícia Civil concluiu, nesta semana, que a primeira vítima de homicídio de Porto Alegre, em 2018, foi morta acidentalmente por uma criança, de 9 anos. De acordo com o delegado Rodrigo Reis, logo após a virada do ano, o menino encontrou, na casa de familiares, no bairro São José, uma arma de fogo e disparou, sem intenção, contra sua tia – uma adolescente que não teve idade, nem nome divulgados. Em um primeiro momento, a suspeita era de que a adolescente teria sido atingida por uma bala perdida ao sair de casa para cumprimentar os vizinhos pela chegada do novo ano.

O dono da arma de fogo – o pai da vítima – foi indiciado no inquérito policial por porte ilegal e também por omissão de cautela. “Foi em razão do descuido e da falta de cautela, que a criança teve acesso à arma e efetuou o disparo acidental”, explicou o delegado em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira.

A Polícia Civil apurou ainda que a arma irregular ficava guardada no forro da casa da adolescente, onde ocorreu o acidente. Durante o dia 31 de dezembro, para limpar o local, o pai da vítima retirou o objeto do forro e escondeu embaixo de roupas. Minutos após a meia-noite do dia 1º, o sobrinho e a adolescente estavam brincando no quarto. “A criança de 9 anos sentiu frio e foi pegar um casaco, foi quando encontrou a arma e, por curiosidade, mexeu no objeto e acabou disparando contra a tia”, explicou o delegado.

O inquérito já foi encaminhado ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

 

CP

Publicado em ESTADO

Rio Turvo, entre Três Passos e Miraguaí. Foto: Três Passos News

 

Apesar da presença de sol e nuvens, algumas regiões terão períodos de maior nebulosidade nesta terça-feira no Rio Grande do Sul. De acordo com a MetSul Metereologia, a chuva pode atingir alguns locais da Serra e do Litoral Norte, desde a madrugada, enquanto que há possibilidade de pancadas localizadas na Metade Norte.

O abafamento persiste, mas o calor não será tão intenso como registrado nesta segunda no Estado. O ar mais seco infiltra no Oeste, Centro e Sul gaúcho, proporcionando uma jornada quente nesta terça-feira. A chuva, portanto, será em menor número pelo território gaúcho

Em Três Passos, previsão de sol com algumas nuvens. A máxima será de 31ºC, segundo o Climatempo.

Publicado em ESPECIAL

Foto: Reprodução

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou dados que apontam que ocorreu uma queda de 18% no número de acidentes no ano e 2017, em comparação com o ano anterior. Entretanto, a fatalidade dos acidentes cresceu, uma vez que o número de mortes aumentou 11%.

Os dados apontam que em 2017 ocorreram um total de 6.381 acidentes em rodovias federais do Rio Grande do Sul, enquanto que no ano anterior haviam sido registrados, 7.503.

Os acidentes graves também caíram, de 1.129 para 1.093, o que representa uma redução de 3% nos números de 2017, quando comparados com 2016.

Já os acidentes sem vítimas foram os que tiveram a maior redução, uma vez que caíram 41%, de 3.599 , em 2016, para 2.555, em 2017. Os feridos diminuíram de 5.701 para 5.567, 2%.

Mas apesar de todos esses números positivos, as mortes aumentaram 11% em 2017, passando de 348, em 2016, as 390 vítimas registradas no último ano.

17 mortes em 2018

Em 2018 os números seguem elevados. Conforme a PRF, pelo menos 17 pessoas já morreram nas estradas federais gaúchas. Em mais de metade dos casos a letalidade se deu por conta de colisões frontais.

No final de semana (13 e 14) 10 pessoas morreram. Duas das mortes ocorreram no Norte do estado.

 

G1 RS

Publicado em TRÂNSITO

Litoral Norte/RS. Foto: Arquivo/TP News

A segunda-feira , 15, será marcada por chuva forte em todo o Rio Grande do Sul e risco para temporais no centro do Estado, já no início da madrugada. Conforme a Somar Meteorologia, as instabilidades continuam ao longo do dia. Deve chover de forma expressiva da faixa central ao Norte. Em Três Passos, o dia será de sol, com pancadas de chuva de manhã e muitas nuvens à tarde e, à noite, tempo firme, segundo o Climatempo. A temperatura máxima deve atingir 27ºC.

Publicado em TEMPO

Foto: Arquivo/TP News

O intenso calor do verão gaúcho vai provocar chuva no Rio Grande do Sul neste domingo, 14. De acordo com a MetSul Metereologia, o dia começa com pancadas em pontos do Oeste e até o início da noite, a precipitação deve atingir a maioria das regiões do Estado.

A instabilidade vai ser precedida por forte calor, agravando o risco de temporais localizados com raios, vento forte e queda de granizo. Os temporais isolados ainda podem trazer chuva torrencial com altos volumes em curto intervalo.

 

CP

Publicado em TEMPO

Foto: Reprodução

O desembargador Sylvio Baptista Neto, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, negou nesta quarta-feira o pedido de liberdade do "bruxo" suspeito de ter esquartejado duas crianças durante possível ritual macabro. Assim, o homem seguirá preso por tempo indeterminado.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, na decisão, o desembargador pediu mais informações do caso ao Foro de Novo Hamburgo. Detalhes sobre a liminar não foram divulgadas já que o processo tramita em segredo de justiça.

Esse é o segundo pedido de habeas corpus do bruxo negado pela Justiça. O primeiro foi no dia 5, quando o juiz Sandro Luz Portal negou o pedido realizado pela então advogada do investigado, Denise Dal Molin Pellizzoni. Na liminar, Portal alegou que a prisão era necessária "em face da complexidade do crime investigado, cuja dimensão, certamente, oferta obstáculos à investigação policial".

 

CP

Publicado em JUSTIÇA

Foto: Reprodução

Desde que começou a aplicar a penalidade de cassação do direito de dirigir, em 2013, o Detran-RS registrou aumento no número de motoristas penalizados no Rio Grande do Sul. Em 2017, 9.812 CNHs (Carteiras Nacionais de Habilitação) foram cassadas, número 13 vezes maior do que há cinco anos. A maioria dos casos de cassação (94%) foi de motoristas flagrados dirigindo com a CNH suspensa. Outros 6% tiveram a CNH cassada por reincidência em infrações específicas, ou seja, foram flagrados na mesma infração grave no período de 12 meses. Para recuperar o direito de dirigir, os motoristas cassados devem ficar dois anos sem habilitação, fazer o curso e a prova de reciclagem, exame médico e psicológico, além da prova prática.

O aumento na aplicação da penalidade de cassação do direito de dirigir é reflexo do incremento do número de processos abertos pelo Detran-RS. Em 2017, foram 11,9 mil processos de cassação abertos, número 34% maior que em 2013, quando foram abertos 8,9 mil processos.

Suspensões

O número de suspensões de CNH, que é aplicada quando o condutor atinge 20 pontos no período de 12 meses ou comete alguma das infrações que preveem essa penalidade, também aumentou em 2017. Passou de 65,4 mil casos em 2016 para 78,3 mil em 2017. Cerca de 60% das suspensões, nesses dois anos, foram por dirigir sob o efeito de álcool, exceder a velocidade em mais de 50% do limite permitido, praticar racha ou fugir de blitz.

Depois de atingir um recorde em 2016, com mais de 90 mil processos abertos, o número caiu para 61,2 mil, resultado direto do menor número de multas. A exceção foram os processos de suspensão para os motoristas flagrados dirigindo sob efeito de álcool, que aumentaram 3% em 2017.

CNHs irregulares

O Rio Grande do Sul tem, hoje, 81,2 mil motoristas com direito de dirigir suspenso e 27,3 mil condutores cassados, totalizando 108,5 mil CNHs irregulares. Esses condutores sofreram processo nos últimos cinco anos, foram penalizados, mas ainda não cumpriram todas as etapas para recuperar o direito de dirigir.

Desses motoristas, 72,2 mil já iniciaram o cumprimento da penalidade (entregaram a CNH em um Centro de Formação de Condutores e estão realizando alguma das etapas para regularizar a CNH). São 20,1 mil condutores cumprindo a cassação e 52,2 cumprindo a suspensão.

“Restam aí 36 mil que foram penalizados e não iniciaram o cumprimento da penalidade. Uma parte desses condutores, possivelmente, não tem interesse em recuperar o direito de dirigir. Mas parte deles está dirigindo irregularmente. Esses serão flagrados pela fiscalização e retirados de circulação. Onde falham os filtros sociais da consciência e da educação, a fiscalização deve agir. E o Detran RS está preparado para aplicar as penalidades do Código de Trânsito. A impunidade não tem vez no Rio Grande do Sul”, alertou o diretor-geral do Detran RS, Ildo Mário Szinvelski.

 

O Sul

Publicado em ESTADO

Foto: Reprodução

As estradas estaduais voltarão a contar com lombadas eletrônicas. O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) oficializou, na última segunda-feira a contratação da empresa responsável pela reativação dos equipamentos. Os serviços têm duração de um ano, mas podem ser prorrogados mais quatro vezes por igual período.

A empresa Kopp Tecnologia, de Vera Cruz, venceu os quatro pregões eletrônicos em dezembro passado - cada um referente a um lote de lombadas eletrônicas de determinadas regiões. A expectativa é que a instalação dos controladores de velocidade comece ainda neste mês.

O diretor geral do Daer, Rogério Uberti, diz que as atribuições do Daer estão cumpridas neste processo, mas que o órgão ainda irá auxiliar a empresa para agilizar a instalação elétrica e a aferição dos equipamentos junto ao Inmetro.

A Kopp ficará responsável pela instalação e manutenção das lombadas eletrônicas e também pela captação e transmissão das imagens dos veículos flagrados por excesso de velocidade. O material será recebido pela Central de Controle e Processamento instalada no edifício-sede do Daer, em Porto Alegre. O investimento total é de R$ 3,85 milhões, com recursos do Tesouro do Estado.

 

CP

Publicado em ESPECIAL

Foto: Reprodução

A semana vai iniciar com sol e calor no Rio Grande do Sul. A segunda-feira até poderá ter variação de nuvens e nevoeiros em alguns trechos da Serra e Litoral Norte no começo da manhã, mas o tempo vai firmar no começo do dia.

O sol vai predominar em todas as regiões do Estado, o que vai favorecer aquecimento. O período da tarde será de forte calor. Os índices de radiação ultravioleta ficarão elevados a extremos entre o fim da manhã e o começo da tarde.

 

CP

Publicado em DIVERSOS

Usuários Online

Temos 956 visitantes e Nenhum membro online

VITRINE PUBLICITÁRIA

Atacadão do Hortifruti

Green House

VIVO Multicell - Três Passos

Igreja Dom de Maravilha

Vende-se prédio comercial em Humaitá

46ª FETRELI – Programação

Anuncie aqui

Leitor Repórter

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REGIÃO

Jovem de 19 anos morre na Usina do CITEG…

TEMPO

Quando o frio do outono vai chegar, segu…

DIVERSOS

20ª Campanha Nacional de Vacinação a Inf…

DICAS

10 atitudes que podem reprovar você em u…

CIDADE

Cuca Piscinas completa três anos em Três…

ESPECIAL

Audiência sobre processo contra pai e ma…

INUSITADO

Garotas vão tirar selfie em ponte e caem…

TRÂNSITO

Trânsito no RS mata 15 pessoas no feriad…

POLÍCIA

Homem natural de Crissiumal morre em bri…

INUSITADO

Câmera de trânsito flagra pato voando ac…

POLÍCIA

Taxista é agredido e apedrejado após cor…

ESPECIAL

Jovens vítimas de acidente na BR-468 seg…