Educação
Foto: Arquivo/21ª CRE

A 21ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) se posicionou após manifestação realizada por estudantes em frente a sua sede, em Três Passos, na manhã da última quinta-feira (31). A coordenadora Ledi Daiana Diesel recebeu a reportagem da Rádio Alto Uruguai na sexta-feira (1º) para esclarecer pontos relacionados às pautas dos estudantes.

A mobilização de alunos do Instituto Estadual de Educação Érico Veríssimo e da Escola Estadual de Ensino Médio Águia de Haia teve como objetivo sensibilizar a Secretaria Estadual de Educação para que não modifique o contraturno escolar nos moldes em que está sendo proposto neste início de ano letivo.

O contraturno se refere às atividades realizadas no turno inverso ao do currículo normal. Muitos estudantes que trabalham no turno da tarde realizavam suas atividades extras durante a noite. Outros, que trabalham à noite, faziam durante a tarde.

Mudanças fazem parte do novo Ensino Médio

A coordenadora explicou que as alterações que começam a ser implementadas são obrigatórias para todo o país. Ledi lembra que os estudos para estruturação do novo Ensino Médio, bem como as alterações na legislação, estão sendo feitos desde 2012 e que este ano é o prazo limite para adequação.

Ledi afirmou que desde 2019, quando assumiu como coordenadora, vem debatendo o assunto com as direções e fazendo ouvidoria junto aos alunos. No ano passado e início deste ano, segundo ela, foram promovidos formações e seminário voltados às direções e professores para explicar as mudanças.

Em 2022, a carga horária deve ser de pelo menos mil horas anuais – ou cinco horas diárias – em todas as escolas de Ensino Médio do país. A coordenadora argumentou que a carga horária precisa ser gerenciada dentro do turno no qual a turma é criada. Ao final dos seis períodos de aula, de manhã, as escolas ainda oferecem almoço antes dos alunos serem liberados.

Prefeituras ainda não conseguiram adequar o transporte escolar

O que impede a implementação plena da mudança na carga horária, conforme Ledi, é o fato de que algumas prefeituras ainda não conseguiram adequar o transporte escolar. Por meio de convênio, as prefeituras proporcionam o transporte aos alunos da rede estadual.

A coordenadora explica que, devido a licitações realizadas anteriormente ou contratos vigentes, os horários de transporte não fecham e, por isso, nesses casos, até o município se adequar, a complementação às mil horas é ofertada no turno inverso.

Segundo Ledi, o prefeito de Três Passos Arlei Tomazoni se comprometeu em resolver a situação. Para o segundo semestre, será organizado o transporte para que as aulas nas turmas de Ensino Médio possam ocorrer com cinco horas no turno da manhã. No entanto, até que isso seja resolvido, segue o contraturno em uma tarde da semana.

A coordenadora salientou que não seria possível autorizar que as aulas do contraturno ocorram à noite, tendo em vista possíveis restrições do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Além disso, à noite, a prefeitura não oferece transporte escolar, por isso a complementação é ofertada à tarde.

Contraturno à tarde foi definido em reunião

Ledi ainda afirmou que durante a semana se reuniu com membros da direção, professores e Grêmio Estudantil da Escola Érico Veríssimo e que eles teriam concordado em fazer o contraturno à tarde – inclusive ratificando a decisão em documentação assinada pelo diretor – até que a prefeitura se organize com o transporte.

A coordenadora destacou que a direção da Escola Águia de Haia, por sua vez, enviou documento à coordenadoria informando que a diretora não participou da manifestação da última quinta-feira (31), em frente à 21ª CRE, e que não autorizou nenhum aluno a representar a instituição no ato.

Programa estimula a permanência dos jovens na escola

Ledi também solicita às direções das escolas a darem uma atenção especial aos alunos que precisam trabalhar para complementar a renda da família. A coordenadora lembra que o Governo do Estado desenvolve o programa Todo Jovem na Escola com oferecimento de bolsa estudantil para incentivar a permanência deles na escola.

Receba as notícias do Três Passos News no seu celular:

https://chat.whatsapp.com/LcUkJiPfFhlIDqww4qC7Wn

Rádio Alto Uruguai