Trânsito
Foto: Luciano Tolentino/EPTV

Uma festa proibida, realizada durante a quarentena, teve desfecho trágico neste domingo (19/04). Sete jovens, entre eles duas adolescentes, morreram após se envolver em um acidente de trânsito.

Eles voltavam do evento, realizado em Sertãozinho, no interior de São Paulo, quando o carro perdeu o controle em uma curva e bateu de frente em um ônibus de transporte de trabalhadores rurais que seguia para uma fazenda da região.

O evento foi realizado em uma chácara, e o acidente aconteceu na rodovia vicinal Alcídio Balbo, no distrito de Cruz das Posses.

O enterro dos sete amigos que morreram, nesse domingo (19/04), após o carro colidir com um ônibus enquanto voltavam de uma festa, ocorreu na manhã desta segunda-feira (20/04), em Sertãozinho, interior de São Paulo.

Embora o Corpo de Bombeiros tenha mobilizado diversas equipes de socorro, as vítimas foram retiradas do carro já sem vida. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Ribeirão Preto. O motorista do ônibus, que estava sozinho no coletivo, não teve ferimentos.

Por conta do decreto de contenção ao coronavírus no estado, os enterros têm limitação de pessoas e horário reduzido. Os corpos começaram a ser velados às 7h.

Segundo o motorista do ônibus, Vanderlei Aparecido Armelindo, o carro invadiu a pista e, por isso, não houve tempo de desviar. Entre as vítimas, estava duas meninas menores de idade, com 15 e 17 anos.

As vítimas tinham 15, 17, 19, 23, 26, 30 e 36 anos.

Metrópoles/G1