Cidade
Morador tem problema de visão e corre risco de ficar cego. Foto: Arquivo Pessoal/TP News

Somente aos 52 anos de vida um morador de Três Passos conseguiu obter o primeiro documento de validade jurídica de uma pessoa: a Certidão de Nascimento. Morador do loteamento Emancipar, “Valdirão” como é conhecido no bairro Sulserra agora tem um nome: Valdir Alves da Silva.

A história de Valdir Alves da Silva, natural de São Martinho, foi contada pelo Três Passos News em dezembro de 2019 a pedido de sua vizinha Marilei Machado Macedo. O caso repercutiu e o catador de papel recebeu ajuda de alguns moradores da cidade, que conseguiram a emissão do documento.

A moradora relatou que Valdir não tinha documentos e estava perdendo a visão, disse que ele precisava de óculos e de uma consulta com um oftamologista, além dos documentos pessoais. Veja o relato:

“Venho através do face Tres Passos News para,pedir fazee um apelo em prol, do meu vizinho Valdir mais conhecido como Valdirão. Um pai de familia, catador de papelão um senhor honesto. Quero compartilhar a dificuldade que ele está passando, tem anos que ele tá lutando na justiça para conseguir seus documentos, até hoje não tem certidão de nascimento, Rg carteira de trabalho muito mwnos titulo de eleitor. Queria que a comunidade trêspassense se mobilizassem com a situação, por nao ter os documentos ele não tem asseço a nada. O pior de tudo ele ta perdendo a visão puxa papelão com carrinho de mão muitos pode pensar que está bêbado mas não, ele quase foi atropelado duas vezes por não enchegar os carros, anda sem direção. Ele só que poder ver seus filhos netos e amigos, peço a colaboração de todos para conseguirmos uma consulta com um oftalmologista e depois o óculos para que se sinta mais digno de conseguir encher um chimarrão, andar na cidade sabendo que caminho seguir. Família Trêspassense vamos nos dar as mãos e devolver a visão a esse homem que não sabe nem seu nome direito.”

Segundo a moradora, a certidão saiu há uma semana atrás e Valdirão também conseguiu o cartão do SUS, mas ainda falta a carteira de identidade. “ Bom dia está lembrado da materia que o senhor publicou o ano passado ,referente ao catador de papelaåo que nescecitava da ajuda para conseguir seus documentos para fazer consulta oftalmologista que não enchergava nada ?A certidão de nascimento ele conseguiu e tbm o cartão sus ,agora resta RG para para poder realisar a cirurgia dos olhos 👏👏agora ele existe tem um nome o nosso amigo conhecido como Valdirão agora se chama Valdir Alves da silva 👏👏🙏obg. Por me ajudar a divulgar”, agradeceu Marilei ao Três Passos News.

RELEMBRE O CASO

Gostou desta notícia? Curta e compartilhe para seus amigos!