Polícia
Foto: PM/Reprodução

A informação recebida pela reportagem do Grupo JM, na noite de ontem, é de que membros da facção Os Manos estariam ameaçando bicheiros no município de Ijuí. A reportagem teve acesso a alguns áudios de whatsapp, que supostamente teriam sido enviados por um membro da facção, em que cobra um percentual do valor sobre a realização do jogo de bicho. Do contrário, ele ameaça atentar contra a vida dos cidadãos.

“Se não fechar o brique com ‘nóis’ na cidade, se não fechar com Os Manos, vamos tocar fogo em ‘tudo’ as bancas de vocês, ‘que nem’ fizemos ‘nos’ bar, entendeu? Vem na ‘fita’, troca ideia, vamos fechar um acerto, um acordo”, afirma em um dos áudios.

Em outro áudio, ele ameaça de mandar integrantes da quadrilha até o cidadão, e afirma estar preso, mas comandar tudo por meio do celular. “Tu ‘tá’ me subestimando? Tu quer ver uma prova?”, questiona. “Eu preso controlo meus guris.”

Em outros áudios, claramente alterado, o suposto integrante da facção faz nova ameaça. “Tu acha que ‘tá’ falando com quem’? Se não fechar com ‘nóis’ tu não trabalha mais, tu vai passar para o andar de cima, terra dos ‘pé junto’, conhece?”

Tal preso comandaria uma espécie de quadrilha especializada neste tipo de ação.

A cerca de 10 dias, duas bancas onde funcionavam jogo do bicho em Santa Rosa foram queimadas, após ameaças parecidas serem destinadas às mulheres. Conforme a Brigada Militar, após trocas de informações com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), indivíduos que estavam em Ijuí e teriam ameaçado pessoas na manhã de ontem, foram abordados na BR-386, em Lajeado. Eles foram identificados e liberados. Nenhuma arma foi localizada no carro.

Jornal da Manhã