Polícia
Foto: Reprodução

O autor, de 18 anos, que matou cinco pessoas no ataque à creche Pró-Infância Aquarela, em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, segue internado no HRO (Hospital Regional do Oeste), em Chapecó, distante 67 km de Saudades. Ele está sedado e em recuperação depois de passar por cirurgias.

O jovem que cometeu o ataque na creche tentou tirar a própria vida depois de ferir e matar três crianças, a professora Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, e a agente educadora Mirla Amanda Renner Costa, de 20 anos. Ele foi socorrido em estado grave pelo Corpo de Bombeiros e transferido para o hospital de Chapecó ainda na terça-feira (4).

Responsável pela investigação do ataque à escola infantil, o delegado Jerônimo Marçal Ferreira falou sobre o comportamento de Fabiano Kipper Mai, autor do crime, em entrevista coletiva na tarde desta 3ª feira (4). Segundo o delegado, a Polícia Civil, a Policia Militar e o Instituto Geral de Perícia (IGP) estiveram na casa que Fabiano mora com a família. No local, foram encontrados R$ 11 mil em espécie.

De acordo com a família, o autor do crime era introspectivo, possuía poucos amigos, com os quais havia brigado nos últimos dias. Fabiano comprou as duas armas usadas no ataque recentemente e afirmou, em “tom de brincadeira” para a família, que iria utilizar para maltratar o animal de estimação da irmã. “Jovem problemático, mas, de acordo com família, dentro da normalidade. Ninguém esperava isso”, definiu o delegado.