Estado
Foto: Saúde RS

Pertencentes às regiões de agrupamento de Ijuí (R13) e de Palmeira das Missões (R15/R20), Três Passos e mais 20 municípios da Região Celeiro ficaram classificados em bandeira preta (altíssimo risco epidemiológico) na 50ª rodada do modelo de distanciamento controlado.

O mapa definitivo foi publicado na tarde da sexta-feira (16/04). O Rio Grande do Sul tem sequência de bandeiras pretas desde a 43ª rodada – 27 de fevereiro a 08 de março – quando foi criada a salvaguarda estadual que garante a aplicação automática da bandeira mais grave em todas as regiões Covid quando a capacidade hospitalar está próxima do limite.

O modelo de distanciamento controlado, que alcançou a 50ª semana, foi instituído pelo Governo do Estado para que pudessem ser aplicadas as restrições necessárias de enfrentamento à pandemia de Covid-19 na proporção local e no momento adequados.

No cálculo da 50ª rodada, o RS estava com 333 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) livres e 2.096 pacientes confirmados com o novo coronavírus em UTI, alcançando índice de 0,16, ainda abaixo da régua da salvaguarda.

Como a ocupação hospitalar ainda está próxima a 90%, o Estado segue com pressão sobre o sistema de saúde. Por isso, o Gabinete de Crise continua com cautela para atender a pedidos de mudanças nos protocolos do modelo de distanciamento controlado.

Mapa da 50ª rodada:

O mapa divulgado nesta sexta-feira já é definitivo, com validade até 26 de abril, ou seja, não há possibilidade de envio de pedidos de reconsideração à classificação, devido à gravidade do cenário.

Também segue suspensa a Regra 0-0, a partir da qual os municípios sem registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias poderiam adotar protocolos de bandeira imediatamente inferior.

A cogestão regional, por sua vez, está permitida. Atualmente, todas as 21 regiões aderiram à gestão compartilhada e podem utilizar protocolos próprios até o limite de restrições da bandeira vermelha, não podendo ser mais flexíveis que isso.