Polícia
Foto: Divulgação

Os moradores de Criciúma-SC viveram uma madrugada de terror após um ataque a Tesouraria Regional do Banco do Brasil da cidade promovido por uma grande quadrilha nesta madrugada.

O grupo fortemente armado chegou na cidade após a meia noite e iniciou a invasão da tesouraria. A ação durou mais de uma hora  e envolveu ao menos 30 bandidos. Os bandidos renderam funcionários da prefeitura que pintavam as ruas e os usaram como escudo humano para impedir qualquer resposta contra eles. Após a ação eles foram liberados.

O grupo fortemente provocou incêndios pela cidade, bloqueou ruas e acessos a Criciúma, usou reféns como escudos e atirou várias vezes. Duas pessoas ficaram feridas: um policial militar e um vigilante. Um artefato deixado no local está sendo analisado pois há suspeita de ser uma bomba.

Reforço da BM

A prefeitura pediu ajuda a batalhões de municípios vizinhos e também para a Brigada Militar do Rio Grande do Sul. Com isso a Brigada Militar reforçou o policiamento na divisa com Santa Catarina. Participam do reforço policias do BPChoque e do BOPE.

Moradores presos

Na fuga os bandidos deixaram cair uma quantidade de dinheiro pelas ruas. Conforme a polícia  os bandidos fugiram em um comboio de pelo menos dez veículos. Quatro moradores foram detidos  após pegarem cédulas de dinheiro que caíram pelas ruas  durante a fuga.  Eles seriam moradores de prédios próximos que desceram ao ver a situação e pegaram o dinheiro na rua, não tendo relação com os criminosos. Segundo a polícia os moradores teriam recolhido cerca de R$ 810 mil Reais.

Nenhum dos bandidos havia sido preso até por volta das 7h de hoje.

VEJA TAMBÉM

Rádio Uirapuru