Bichos
Foto: Arquivo pessoal

O dono dos bodes que subiram no telhado de uma casa e destruíram as telhas em Sorocaba (SP), no domingo (12), afirmou que vai arcar com os prejuízos da moradora.

A dona da residência, Luciana Vidigal, estava lavando louça quando um dos animais caiu dentro da cozinha, a menos de um metro de distância dela. O dono dos bodes, Araújo Vieira, disse que já está tomando providências para ajudar nos reparos da casa.

“Infelizmente escapuliu. Aconteceu um acidente, mas mandei tomar as providências de arrumar. O prejuízo que tiver a gente vai arcar sem nenhum problema. Acidente acontece em qualquer lugar. Meus bichinhos vou prender, não vou deixar sair mais”, explica.

Ao G1, o homem conta que tem vários bodes há mais de 10 anos e que eles nunca saíram da propriedade. Por isso, o dono não imaginava que eles pudessem fugir e provocar algum acidente. O animal que caiu na casa de Luciana não se machucou.

“Eram poucos, mas começaram a se reproduzir, e uns bodes acabaram saindo. Eles pularam a cerca e, quando fui atrás, já tinham caído na casa dela. Eles ficam no fundo de casa, tenho uma área grande.”

“Nunca imaginaria isso: um bode subir em cima de uma casa. Poderia acontecer qualquer coisa, mas isso? Parece coisa de filme”, continua.

Segundo Luciana, os animais quebraram telhas e o forro na cozinha e na lavanderia. Ela diz que os animais já haviam causado prejuízos anteriormente ao comerem a plantação do pai dela.

“Ela tinha avisado um dia antes e, quando saí de manhã, não encontrei eles. Falaram que tinham comido uns pé de feijão e de banana deles. Eles estavam presos, mas saíram. Estou mandando pedreiro lá de novo para colocar o forro. O que tiver de custo eu pago tudo”, reforça o dono dos animais.

“Ela [Luciana] estava brava, mas não é para menos: um bode cair dentro da cozinha é complicado. Imagina estar fazendo café da manhã e um bode cai na cozinha…é algo até engraçado, mas a gente fica bravo.”

Agentes da Seção de Proteção e Bem-Estar Animal da Prefeitura de Sorocaba visitaram os bodes na manhã desta segunda-feira (13). Segundo os agentes, os animais são bem tratados. Eles notificaram o dono para consertar a cerca que fica nos fundos da propriedade em 10 dias.

Uma lei municipal de 2007 proíbe a criação de animais como porcos, cabras, galinhas e bois na área urbana de Sorocaba. A pena é de apreensão dos animais e multa que varia de R$ 276 a R$ 1,4 mil.

G1