Bichos
Foto: Divulgação

Um cachorro foi resgatado e ganhou uma nova chance em Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. O animal foi enterrado vivo na areia, e ficou somente com parte da cabeça para o lado de fora. Quem sinalizou onde ele estava foi um outro cão, até que voluntários conseguiram abrir o buraco e retirar o animal.

O resgate foi feito pela Organização Protetora dos Animais (OPA) da cidade, e foi realizado neste sábado, 29. O cão preto com caramelo, de porte médio, ainda não tem nome e foi encaminhado para o canil da organização. Segundo a presidente Mila Duarte, ele está sob os cuidados de veterinários voluntários e deve se tornar o mascote da OPA.

— Um dos voluntários ouviu o gemido, viu a cachorrinha cavando, tentando salvar o amigo. Uma outra voluntária ajudou a tirar o cão, que tinha sido enterrado vivo — lamenta Mila.

O homem que encontrou o animal está na fila para dar a ele um novo lar, mas a presidente da OPA diz que ele deve se tornar o mascote da organização. Na segunda-feira, o grupo irá registrar um boletim de ocorrência sobre o caso.

NSC Total