Fenômeno
Foto: Ilustração

Um alerta meteorológico aponta que a fumaça das queimadas que atingem o centro-oeste do Brasil podem causar chuva ácida no Rio Grande do Sul nos próximos dias. Nesta época do ano, infelizmente, as queimadas são frequentes e sua fumaça já é percebida no Estado desde agosto.

A Uirapuru conversou com o coordenador do curso de Engenharia Ambiental da UPF, Cleomar Reginatto, que explicou o que é chuva ácida.

Conforme o professor, a circulação da atmosfera acaba levando os gases das queimadas a lugares distantes do foco do incêndio, o que acaba gerando a chuva ácida. Ele explica que a chuva ácida é um fenômeno bastante antigo. A chuva por si só tem um pH levemente ácido, que fica em torno de 5,6.

Quando são lançados na atmosfera, alguns gazes compostos por nitrogênio e enxofre acabam reduzindo o pH da chuva. Se esse pH fica menor que 4, acaba tendo efeitos danosos em estruturas, lagos, peixes e florestas. Ele explica que quanto menor for o pH maior será o efeito do dano.

A chuva ácida pode resultar em mortandade dos peixes, afetar vegetação e em pessoas é possível causar pequenas lesões na pele.

Rádio Uirapuru