Tempo
Granizo no litoral. Foto: Reprodução/Facebook

Diversos pontos do Rio Grande do Sul amanheceram com uma chuva de granizo neste  sábado (5). Cidades do Vale do Sinos, como Sapiranga, Araricá, Ivoti, Campo Bom, Dois Irmãos, Estância Velha, Novo Hamburgo registraram o fenômeno antes das 6h. As pedras também caíram em São Sebastião do Caí, no Vale do Caí, Parobé e Rolante, no Vale do Paranhana, em Imbé, no Litoral Norte, e em Canoas, Esteio, Cachoeirinha e Gravataí, na Região Metropolitana.

O industriário Ronaldo Ponti de Oliveira, 37 anos, pulou da cama por volta das 5h40min por causa do forte barulho das pancadas de chuva. Quando olhou pela janela, o granizo já tomava conta do pátio da casa onde mora, em Sapiranga.

– Eu estava acordado por causa da chuva, e aí veio o granizo. Durou uns três minutos, mais ou menos. Em um momento de maior intensidade, chegou a cobrir o pátio da casa. São pedras pequenas, já derreteram – disse Oliveira à reportagem, às 6h30min.

Osório.Vídeo de Cris Lessa.

Publicado por MeteoRS em Sábado, 5 de setembro de 2020

Morador de Parobé, o técnico em eletrônica Luís Filipe da Silva Dias, 27 anos, se assustou com o som estridente das pedras batendo no teto de casa.

– Me acordei para trabalhar. Estava deitado na cama e me assustei com os barulhos das telhas da casa, parecia que iam quebrar. Quando olhei, as parreiras de uva daqui de casa já estavam brancas. Foi bem repentino. Começou a dar os pingos de chuva e logo caiu uma chuva de granizo que nunca mais tinha visto em Parobé. Pedras bem pequenas, só que muitas, em curto período – contou.

No dia 18 de agosto o granizo também atingiu o Estado, inclusive com pedras grandes. A Defesa Civil informou que, até às 7h desse sábado, não houve registro de transtornos. Por outro lado, o forte temporal deixou pontos da Região Metropolitana sem energia elétrica.

Gaúcha/ZH