Cidade
Foto: Divulgação

Acontece até o dia 14 de julho de 2021 em Três Passos e região celeiro a quarta edição do projeto Cidade Cinematográfica. A iniciativa vai promover o Cineclube Virtual com sessões semanais de dez filmes (produções gaúchas e de outros estados). Haverá também debates regulares organizados entre a comunidade regional e a equipe dos filmes e oficinas para estudantes, professores e interessados. Todas as atividades são gratuitas. Maiores informações na página fb.me/cidadecinematografica.

De sexta a quarta, um novo filme estará disponível ao público através de um link de acesso, mediante cadastro prévio. Os debates acontecem às quartas-feiras, às 20h, na plataforma Google Meet. Em maio serão exibidos Corpo Elétrico” (2017), de Marcelo Caetano (07/05 a 12/05), “Auto de Resistência” (2018), de Natasha Neri e Lula Carvalho (14/05 a 19/05) e “Um é pouco, dois é bom” (1970), de Odilon Lopez. (21/05 a 26/05). Os próximos títulos serão anunciados em breve.

“De forma remota, conectados em linha e seguros desde nossas casas, vamos experimentar uma outra maneira de ver, pensar e fazer cinema”, explica Henrique Lahude, um dos idealizadores do projeto. “Também acreditamos, e torcemos, que este ano seja apenas uma edição ‘especial’ e que em breve possamos ser novamente acolhidos pelo Cine Teatro Globo e estarmos presentes no Festival de Cinema de Três Passos”, conclui.

O Cidade Cinematográfica é uma realização do Movimento Pró-Arte de Três Passos e da Êa Êa Apepê produtora com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Três Passos e da 21ª Coordenadoria Regional de Educação. O financiamento é do Edital Criação e Formação Diversidade das Culturas realizado com recursos da Lei nº 14.017/20.

Cidade Cinematográfica | Ciclo gratuito

Facebook: fb.me/cidadecinematografica

Instagram: instagram.com/cidade_cine/

Atividades:

Cineclube Virtual

Inscrições: https://forms.gle/Gb6wfP4KJco2k8Js9

Corpo Elétrico” (2017), dir. Marcelo Caetano – disponível ao público das 20h do dia 07/05 (sexta) até às 20h do dia 12/05 (quarta);

“Auto de Resistência” (2018), dir. Natasha Neri e Lula Carvalho – disponível ao público das 20h do dia 14/05 (sexta) até às 20h do dia 19/05 (quarta);

“Um é pouco, dois é bom” (1970), dir. Odilon Lopez – disponível ao público das 20h do dia 21/05 (sexta) até às 20h do dia 26/05 (quarta).

– Os próximos títulos serão anunciados em breve.

– Abertura: 11 de maio (terça), às 10h, com a Mesa de lançamento: “Cinema e Educação: da borda ao centro” com a participação dos projetos Programa de Alfabetização Audiovisual (Porto Alegre) Cine Joven Comunitario (Misiones – Argentina), Vídeo Entre Linhas  (Frederico Westphalen) e Cidade Cinematográfica (Três Passos). Transmissão pelo Facebook e Youtube.

Oficinas:

1.  Alfabetização audiovisual | Oficina “A gente filma o que a gente vê” – Pensar e fazer cinema a partir de curtas-metragens brasileiros |  Para estudantes de 12 a 17 anos da rede pública municipal de Três Passos e estadual da 21ª CRE (com Thais Fernandes e Juliana Costa | 40 vagas e 20 horas/aula);

Data: 11/05 a 13/07 – todas as terças-feiras – total de 10 encontros;

Horário: 13h30 às 15h30;

Plataforma: Google Meet – Link enviado na semana da oficina por e-mail e Whatsapp.

2. Alfabetização audiovisual | Olhar, ouvir, partilhar – Oficina de Experimentos Audiovisuais para professores | Professores municipais de Três Passos e estaduais da 21ª CRE (com Laura Mansur e Teresa Assis Brasil | 40 vagas e 12 horas/aula);

Data: 11/05 a 15/06 – todas as terças-feiras – total de 6 encontros;

Horário:  16h às 18h;

Plataforma: Google Meets – Link enviado na semana da oficina por e-mail e Whatsapp.

3. Oficina de produção de curtas-metragens pensados a partir de distanciamento social. Para comunidade em geral da região celeiro. (Com Henrique Lahude e Jonatas Rubert | 20 vagas e 30 horas/aula). Será realizada em junho em data a ser divulgada. A oficina tem o objetivo de produzir dois curtas-metragens pela comunidade.