Estado
Foto: Reprodução

A partir de hoje, todos os chamados realizados ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), antes efetuados na central em Porto Alegre, passarão a ser direcionados para a regulação direta da base em Bento Gonçalves. O projeto, considerado pioneiro no Brasil, foi inaugurado nesta quarta-feira, 30, com a instalação da Regulação Compartilhada, por meio de Centrais Acessórias de Regulação Remota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Com a novidade, durante o horário pré-determinado para o funcionamento da regulação compartilhada, os profissionais no Município receberão as chamadas que, de outro modo, seriam atendidas em Porto Alegre.

Com a mudança, a partir de agora, médicos residentes em Bento Gonçalves receberão as chamadas de urgência realizadas através do fone 192, dentro de sua área de abrangência, tendo acesso remoto ao sistema da Central de Regulação Estadual, para dar encaminhamento aos atendimentos. Conforme o secretário de Saúde, Diogo Segabinazzi Siqueira, até então, havia um grande problema na velocidade de atendimento das emergências. Com a mudança, ele acredita que o trabalho ganhará mais agilidade e mais vidas poderão ser salvas, graças a rapidez no trabalho. “Esse era um compromisso nosso com cada cidadão. Agradecemos ao Governo do Estado pela parceria na construção desse projeto que beneficiará cada pessoa que necessitar do serviço”, enfatiza.

Com as mudanças, a regulação remota ocorre durante todos os dias, das 7h às 19h. O recurso para o município manter a estrutura é de R$ 3 mil mensais. Em comparação, implantar uma Central de Regulação própria na cidade seria de R$ 400 mil.

Semanário e Assessoria de Comunicação Social